Por precaução, Ganso pode estrear somente em 2013

SÃO PAULO - Contratado a peso de ouro, Paulo Henrique Ganso tem recebido tratamento especial e a diretoria já avisou aos médicos que não há necessidade de pressa para a recuperação da lesão na coxa esquerda. Por isso, o departamento trabalha inclusive com o cenário de estrear o meia apenas em 2013. "Nosso objetivo é que ele volte a jogar ainda este ano, mas não é possível afirmar categoricamente que isso irá realmente acontecer", disse o fisioterapeuta Luis Rosan à Rádio Globo.

Fernando Faro, O Estado de S. Paulo

29 de setembro de 2012 | 15h39

Os principais dirigentes do clube sabem que existe uma enorme expectativa em torno do camisa 8 e gostariam de vê-lo em campo já nas rodadas finais do Brasileiro e da Copa Sul-Americana, mas eles não querem ver repetido o filme que se passou com Fabrício, que amargou sucessivas lesões musculares após recuperações curtas. No caso do meia, seu histórico complicado de lesões (com duas cirurgias no joelho) e o alto investimento para tirá-lo do Santos fazem os cuidados serem redobrados.

Assim que selou o acordo, na semana passada, o diretor de futebol Adalberto Baptista chegou a declarar que esperava ver Ganso em ação em até 15 dias, mas recuou. Ninguém quer criar expectativa exagerada. "É precipitado fazer qualquer projeção porque o atleta está conosco há apenas uma semana. Assim que a lesão na coxa estiver totalmente cicatrizada faremos um processo de fortalecimento muscular e será comparada à outra coxa. Quando ele não tiver dor e estiver equilibrado, será entregue ao departamento físico e técnico, que dirá quando ele poderá estrear", emendou Rosan.

Ganso tem se submetido a até oito horas de tratamento por dia para se recuperar. Além do problema muscular, o jogador apresenta uma atrofia na perna direita, problema que também está sendo solucionado. "Estou tendo uma rotina bastante intensa, praticamente não tive folga e abri mão de alguns compromissos. Mas quero treinar para melhorar logo", declarou o meia em vídeo divulgado pelo site oficial do São Paulo.

Apesar da cautela, o clima no clube é de tranquilidade e ninguém duvida que Ganso voltará a atuar livre de dores e lesões. Os médicos fizeram um levantamento das condições do meia e deram aval para o presidente Juvenal Juvêncio fechar o acordo.

FABULOSO VETADO

O atacante Luis Fabiano foi vetado pela comissão técnica para o duelo com o Coritiba por não ter se recuperado de estiramento na coxa direita e também está fora do jogo contra a Argentina pelo Superclássico das Américas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.