Sérgio Castro/Estadão
Sérgio Castro/Estadão

Por quase R$ 100 milhões, São Paulo pode perder três titulares

Lille e Ajax fazem propostas milionárias por Thiago Mendes, Luiz Araújo e Júnior Tavares

Paulo Favero, O Estado de S.Paulo

01 de junho de 2017 | 22h21

O São Paulo poderá perder pelo menos três titulares assim que a janela de transferências para a Europa se abrir por um valor que se aproxima dos R$ 100 milhões. O atacante Luiz Araújo, o volante Thiago Mendes e o lateral-esquerdo Júnior Tavares têm propostas sedutoras e dificilmente a diretoria tricolor vai segurar os atletas por valores tão expressivos.

Isso sem contar no interesse de times italianos em Rodrigo Caio, que é tido como o mais valioso do elenco e deve receber uma ótima proposta no meio do ano. Tudo isso desfalcaria bastante a equipe comandada pelo técnico Rogério Ceni. As propostas para o trio foram reveladas pelo Blog do Jorge Nicola e confirmadas pelo Estadão.

O Lille, que no início do ano tinha feito uma oferta de 6,5 milhões de euros (23,7 milhões) por Luiz Araújo, aumentou em 4 milhões de euros (R$ 14,6 milhões) a proposta e agora indica que pode pagar 10,5 milhões de euros (R$ 38,3 milhões). Na época, Ceni tinha dito para a diretoria segurar o atleta porque ele iria se valorizar e foi justamente isso que aconteceu.

O time do técnico Marcelo Bielsa também quer Thiago Mendes e está disposto a pagar 7,5 milhões de euros (R$ 27,3 milhões), mas o São Paulo acha que pode conseguir um valor um pouco maior. Como o clube paulista tem dívidas, o dinheiro vai ajudar a quitar os pagamentos e dará um alívio financeiro para a gestão do presidente Leco.

O Ajax, por sua vez, quer Júnior Tavares. O time já tinha comprado no início do ano o atacante David Neres e agora quer o lateral e está disposto a desembolsar cerca de 8 milhões de euros (R$ 29,1 milhões). Assim, se negociar os três jogadores, o São Paulo vai arrecadar um montante de R$ 94,7 milhões no total, mas nem tudo ficará no clube porque depende da porcentagem de direitos de cada atleta.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.