Gonzalo Fuentes / Reuters
Gonzalo Fuentes / Reuters

Por questões políticas, Shaqiri fica fora de jogo do Liverpool em Belgrado

Jogador tem origem kosovar e provocou sérvios em vitória da seleção suíça na Copa do Mundo

Estadão Conteúdo

05 Novembro 2018 | 11h26

Xherdan Shaqiri não está machucado, e nem suspenso. Mesmo assim, será desfalque certo do Liverpool para o jogo contra o Estrela Vermelha, nesta terça-feira, pela fase de grupos da Liga dos Campeões. O que impede a participação do meia-atacante na partida são questões políticas, devido ao local do duelo, em Belgrado, capital da Sérvia.

Shaqiri é suíço e joga pela seleção de seu país, mas nasceu em Kosovo, a antiga província sérvia que declarou a independência em 2008. Shaqiri e seu companheiro de equipe Granit Xhaka comemoraram os gols na vitória por 2 a 1 sobre a Sérvia na Copa do Mundo da Rússia, fazendo um gesto de águia de duas cabeças com as mãos, um símbolo nacionalista albanês. Ambos os jogadores foram multados pela Fifa pelos gestos.

"Ouvimos e lemos especulações e falamos sobre que tipo de recepção Shaq receberia e, embora não tenhamos ideia do que aconteceria, queremos ir até lá e nos concentrar 100% no futebol e não ter que pensar em mais nada. Iremos para a fantástica cidade de Belgrado como um time de futebol para jogar futebol", disse o técnico Jürgen Klopp, do Liverpool.

"Somos o Liverpool, um grande clube, um time de futebol, mas não temos mais mensagens do que isso. Nós não temos nenhuma mensagem política, absolutamente. Queremos que o foco seja em um grande jogo de futebol, livre de qualquer outra coisa", continuou o treinador.

"Estamos ansiosos para ser respeitosos e dispostos a evitar distrações que tirem o foco de um jogo de 90 minutos ou mais, que é importante para o futebol e apenas para o futebol. Então, por essa razão, Shaq não está envolvido e ele aceita e entende isso. Shaq é o nosso jogador, nós o amamos e ele vai jogar por nós várias vezes, mas não na terça-feira."

Para encerrar, Kloop foi político ao elogiar a capital da Sérvia. "Eu ouvi tantas coisas maravilhosas sobre a cidade de Belgrado, e o país da Sérvia como um todo, de amigos e colegas que já visitaram antes, então agora estou realmente ansioso para levar o Liverpool lá para um grande jogo de futebol da Liga dos Campeões."

Se Shaqiri não joga, Naby Keita e Dejan Lovren, livres de contusão, estão entre os 21 atletas que irão para Belgrado. Jordan Henderson permanecerá em Melwood para melhorar sua forma física, mas deverá estar em condições para enfrentar o Fulham, domingo, pelo Campeonato Inglês.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.