Por reação na Série B, Bragantino demite Marcelo Veiga e anuncia Estevam Soares

O time paulista ocupa a 17.ª posição, com apenas 30 pontos

Estadão Conteúdo

25 Outubro 2016 | 17h38

Com o time ameaçado pelo risco de rebaixamento no Campeonato Brasileiro da Série B, a direção do Bragantino resolveu trocar o comando técnico. O clube definiu a saída de Marcelo Veiga, na noite de segunda-feira, e fechou a contratação de Estevam Soares, que se apresentou no fim da tarde desta terça-feira.

"Estou ciente do desafio. Mas a vida é feita de desafios. Vim para o clube porque acredito na recuperação, mas isso para por todos os setores do clube começando pelos jogadores, passando pela diretoria e pela torcida" disse Soares. Ele chega ao clube sozinho, sem nenhum auxiliar técnico, e vai trabalhar com a comissão fixa do clube.

O time paulista ocupa a 17.ª posição, com 30 pontos, estando quatro pontos atrás do Oeste, primeiro time fora da zona da degola. Faltam apenas seis rodadas para o término da competição. O próximo compromisso será contra o Paraná, sexta-feira, ás 20h30, em Curitiba. A campanha no returno complicou a situação de Marcelo Veiga, que disputou 39 pontos e ganhou apenas dez.

Estevam Soares dirigiu outro clube ameaçado na Série B: o Tupi, de Juiz de Fora. Lá conseguiu 22 dos 27 pontos do time. Assim, tem como vantagem já conhecer todos os adversários na competição. Ele é o quarto técnico do Bragantino na temporada, que antes foi dirigido por Léo Condé, Toninho Cecílio e Marcelo Veiga.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.