Érico Leonan/São Paulo FC
Érico Leonan/São Paulo FC

Por rodagem, São Paulo vai usar atletas do time principal no Sub-23

Atletas pouco utilizados por Diego Aguirre disputarão partidas do Brasileirão de Aspirantes, que começa em junho

Matheus Lara, O Estado de S.Paulo

16 Maio 2018 | 12h19

O técnico Diego Aguirre do São Paulo quer trabalhar com um elenco menor as disputas do Campeonato Brasileiro e da Copa Sul-Americana e, para dar ritmo de jogo a alguns atletas menos utilizados, eles serão ocasionalmente utilizados no time Sub-23 para a disputa do Campeonato Brasileiro de Aspirantes.

Petros: ‘Defendo o São Paulo como faço com minha família’

Dos 33 atletas que Aguirre tem como opções no elenco atualmente, pelo menos cinco devem "sumir" das listas de relacionados e dos treinos com a equipe principal no CT da Barra Funda. O planejamento do São Paulo deve afetar, inicialmente, atletas que foram recém-promovidos da base, como Bissoli e Caíque, que já tiveram chance de mostrar seu trabalho para Aguirre, mas enfrentam concorrência de atletas como Diego Souza, Tréllez e Marcos Guilherme no time.

O torneio começa no início de junho e, na edição passada, o time do São Paulo foi semifinalista, eliminado pelo Santos, vice-campeão ao perder na decisão para o Internacional. Não há impedimento de que os atletas Sub-23 possam tambem atuar no Brasileirão, desde que estejam regularizados. 

Além disso, como o time pode escalar até três atletas com mais de 23 anos para as partidas do Brasileirão de Aspirantes, o São Paulo também não descarta utilizar no torneio até peças consideradas titulares, mas que estejam retornando de lesão no Brasileirão.

O São Paulo já emprestou alguns jogadores nesta temporada para reduzir seu elenco. Dois recém-promovidos da base, o zagueiro Rony foi para o CSA, de Alagoas, e o volante Pedro Augusto passou a defender o São Bento.

Mais conteúdo sobre:
São Paulo Futebol Clube

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.