Reprodução/TV Bandeirantes
Reprodução/TV Bandeirantes

Por superlotação, ABC é denunciado pelo STJD

Equipe foi enquadrada em três artigos do Tribunal e pode perder mando de campo, além da multa

O Estado de S. Paulo

11 de outubro de 2013 | 20h35

SÃO PAULO - Mesmo que a vitória por 3 a 2, diante do Palmeiras tenha tirado o ABC da zona de rebaixamento, a partida ainda pode render muita dor de cabeça à diretoria do clube. A Procuradoria Geral do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) denunciou o time e pediu sua condenação nas penas dos artigos 206, 211 e  213 e também no artigo 23, 2º parágrafo do Estatuto do Torcedor, por conta da venda de ingressos acima da capacidade do estádio Frasqueirão, em Natal. Por conta da superlotação, o clube pode ser punido em mais de R$ 200 mil, se somadas as multas, além de perder mando de campo.

Pelo atraso do início da partida em 34 minutos, o clube será enquadrado no Artigo 206, que prevê multa de R$ 100,00 a R$ 1000 por cada minuto de atraso do início da realização de partida. O Artigo 211 é referente ao fato de realizar o jogo em local sem infraestrutura necessária para assegurar a plena garantia e segurança dos torcedores. A multa vai de R$ 100,00 a R$ 100 mil. O valor de punição é o mesmo do Artigo 213, que multará o clube por não tomar providências para prevenir e reprimir problemas como desordens em sua praça de desporto e invasão do campo. Além da punição em dinheiro, o ABC também pode perder o seu mando de campo entre uma a dez partidas.

Na denúncia, os procuradores Paulo Marcos Schmitt e Marcelo Lopes Salomão, demonstram que a punição deve ser pesada para o time. "Os torcedores presentes viveram momentos de horror e verdadeiro risco de morte. As imagens do evento mostram o verdadeiro caos que se instalou no local, com torcedores em situação de pânico, crianças chorando e pais desesperados tentando proteger seus filhos", relataram. Uma Comissão Disciplinar do STJD será sorteada para julgar o processo em primeira instância.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolserie babcstjd

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.