Marcos de Paula/Estadão
Marcos de Paula/Estadão

Por tranquilidade, Gum pede sequência de vitórias no Flu

Sem vencer há cinco rodadas no Brasileirão, Fluminense volta a se preocupar a zona do rebaixamento

AE, Agência Estado

18 de outubro de 2013 | 16h09

RIO - Sem vencer há cinco rodadas no Campeonato Brasileiro, o Fluminense voltou a se preocupar com o risco de rebaixamento, pois está apenas três pontos acima da zona de rebaixamento, em 15º lugar. Preocupado com a situação, o zagueiro Gum destacou a necessidade do time obter uma sequência de vitórias para voltar a ficar em situação tranquila na competição.

"Teremos dois jogos em casa. Se vencermos a Ponte Preta e o Vitória não estaremos mais brigando para escapar do rebaixamento e sim por algo maior na competição. Hoje estamos mais próximos da parte debaixo da tabela sim, mas se tivermos duas vitórias podemos chegar à sexta ou oitava posição e mudaremos totalmente nossa perspectiva no Campeonato Brasileiro", disse. Uma combinação de resultados pode colocar o Fluminense na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro após a 30ª rodada.

Assim, Gum admitiu que o jogo deste sábado cm a Ponte Preta, no Maracanã, tem caráter decisivo. "Temos de continuar trabalhando e criando oportunidades porque uma hora a bola vai entrar. Sabemos da responsabilidade que teremos no jogo com a Ponte aumentou, mas uma vitória nos dará tranquilidade para a sequência do campeonato", comentou. Gum avaliou que o time precisa aproveitar as chances de gol que surgirem, o que não aconteceu nas últimas partidas, para vencer. "Criamos várias oportunidades contra Cruzeiro, Grêmio e também em outros jogos. Nestas partidas, tivemos sequência de bolas na pequena área, bate rebate e o gol não saiu. Uma hora a bola vai começar a entrar e as vitórias vão aparecer para que a gente consiga se erguer na tabela", afirmou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFluminenseGum

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.