Vinnicius Silva/Cruzeiro
Vinnicius Silva/Cruzeiro

Por virada, Dedé promete entrega do Cruzeiro no clássico contra Atlético-MG

Defensor cruzeirense garante que elenco está confiante para a missão de vencer rival por dois ou mais gols de diferença

Estadão Conteúdo

07 de abril de 2018 | 20h14

Entrega é a palavra de ordem no Cruzeiro para o clássico decisivo contra o Atlético Mineiro, neste domingo, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, pela segunda partida da final do Campeonato Mineiro. Quem garante é o zagueiro Dedé, que diz que o time celeste fará tudo o que for possível para reverter a desvantagem de 3 a 1 imposta pelo rival no primeiro jogo.

+ Leia mais notícias sobre o Cruzeiro

+ Confira a tabela de classificação do Campeonato Mineiro

+ Cruzeiro treina sob protestos e Mano diz que relacionará Edilson e David

O defensor garante que o elenco cruzeirense está bastante confiante para a missão - precisa vencer por dois ou mais gols de diferença para ser campeão.

"A postura dentro de campo será a entrega, nosso time é bastante experiente para saber o que vai fazer dentro de campo. O que posso acrescentar é que nosso time está muito confiante para essa partida. Vamos trabalhar bastante nesse período que temos até o dia da final para poder fazer um jogo consistente, consciente e também seguro porque será um jogo que teremos que correr atrás do resultado que nos interessa", disse o zagueiro.

"É uma final, independente de tudo é uma final, então não existe cansaço, a gente vai dar a vida, faremos de tudo para reverter esse placar, sabemos que será um jogo muito difícil, mas sabemos também que temos qualidade para reverter esse placar com um excelente jogo", complementou.

Totalmente recuperado, Dedé falou sobre a felicidade de estar jogando novamente sem nenhum problema. O zagueiro também elogiou o departamento médico do Cruzeiro e admitiu que a vontade agora é de evoluir e ajudar o time a conquistar os títulos da temporada.

"Estou feliz com o meu momento produtivo, feliz com o trabalho que foi realizado pelo Departamento Médico, a confiança que eles estão me passando, a sabedoria de manutenção, os trabalhos internos que estamos fazendo de musculação e fortalecimento. Isso tudo tem me dado muita confiança para evoluir e chegar no meu auge e estou bastante seguro com isso", declarou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.