Reuters/ Claudio Papi
Reuters/ Claudio Papi

Porto faz fortuna com a venda de jogadores brasileiros

De 2000 cara cá clube português faturou quase R$ 1 bilhão

O Estado de S. Paulo

02 de abril de 2015 | 08h00

A venda de Danilo para o Real Madrid é mais um grande negócio que entra para o currículo de Jorge Pinto da Costa, o homem com fama de negociador duro que preside o Porto desde 1982 e o transformou numa máquina de ganhar títulos e dinheiro. O clube havia vencido 15 competições (todas de âmbito nacional) entre 1893 e 1982, quando Pinto da Costa assumiu a presidência. Desde então, já são 58 conquistas – incluindo duas Ligas dos Campeões (1987 e 2004), dois Mundiais (nos mesmos anos), duas Copas da Uefa (2003 e 2011) e uma Supercopa da Europa (1987).

Mas é no aspecto financeiro que a gestão de Pinto da Costa mais impressiona. Com sua estratégia de comprar barato na América do Sul e depois revender por muito dinheiro na Europa, ele enche o caixa do clube a cada temporada. Para que se tenha uma ideia, nos últimos 15 anos o Porto arrecadou R$ 942,4 milhões só vendendo jogadores brasileiros (leia quadro abaixo). E ainda há argentinos como Lucho Gonzalez e Lisandro López, colombianos como os astros James Rodríguez e Falcao Garcia, o uruguaio Alvaro Pereira... No total, a venda de sul-americanos rendeu mais de R$ 1,7 bilhão ao clube português de 2000 para cá. 

Como o Porto negocia ações na Bolsa, as quantias de todas as transações têm de ser informados à Comissão de Mercado de Valores Mobiliários de Portugal. No caso da venda de Danilo, o comunicado que confirmou a operação foi enviado à CVMN. “Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD, nos termos do artigo 248.º n.º1 do Código dos Valores Mobiliários, vem informar o mercado que chegou a um acordo com o Real Madrid Club de Fútbol para a cedência, a título definitivo, dos direitos de inscrição desportiva do jogador profissional de futebol Danilo pelo valor de 31.500.000 € (trinta e um milhões e quinhentos mil euros)”, diz o texto que é assinado pelo Conselho de Administração.


Segundo a imprensa espanhola, o valor da contratação pode subir para 35 milhões de euros (R$ 120 milhões) se o jogador e o Real Madrid atingirem algumas metas estabelecidas no contrato com o Porto.

ESTRELA. O anúncio da venda de Danilo para o gigante espanhol em plena reta final da temporada – e não durante uma janela de transferências, como é mais comum – provocou alvoroço em Portugal e em Madri e elevou o brasileiro à condição de estrela. 

Vários veículos de comunicação da capital espanhola, entre os quais os jornais esportivos Marca e As, enviaram repórteres à Ilha da Madeira para cobrir a partida que o Porto disputará hoje contra o Marítimo pela Copa da Liga de Portugal. 

Alguns deles também estiveram presentes nos amistosos que a seleção brasileira disputou contra França e Chile em Paris e Londres apenas para seguir os passos do lateral-direito, já que se sabia que o negócio estava na iminência de ser fechado.

A imprensa madrilenha não fez nenhuma menção a algo que criticou muito quando foi descoberto que Neymar já tinha um acordo com o Barcelona quando enfrentou o time espanhol pelo Santos na final do Mundial de 2011: a possibilidade de Real Madrid e Porto se encontrarem nas semifinais da Liga dos Campeões, o que colocaria Danilo na desconfortável situação de enfrentar o clube que já anunciou sua contratação e com o qual terá contrato entre 30 de junho deste ano e 30 de junho de 2021. 

OS BRASILEIROS VENDIDOS

Danilo (Real Madrid)                   R$ 108 milhões

Fernando (Manchester City)         R$ 61,6 milhões

Hulk (Zenit)                                  R$ 163,5 milhões

Souza (Grêmio)                            R$ 15,4 milhões

Ibson (Spartak Moscou)               R$ 16,3 milhões

Paulo Assunção (Atl. de Madrid)   R$ 12,1 milhões

Anderson (Manchester United)      R$ 129,4 milhões

Pepe (Real Madrid)                       R$ 123,8 milhões

Diego (Werder Bremen)                 R$ 24,7 milhões

Luis Fabiano (Sevilla)                     R$ 42 milhões

Thiago Silva (Dínamo Moscou)       R$ 14 milhões

Deco (Barcelona)                           R$ 88,7 milhões

Carlos Alberto (Corinthians)           R$ 42 milhões

Derlei (Dínamo Moscou)                 R$ 30,8 milhões

Jardel (Galatasaray)                         R$ 70 milhões 

OS QUATRO JOGADORES MAIS CAROS DA HISTÓRIA DO FUTEBOL PORTUGUÊS 

(DANILO É O QUINTO)

Hulk (Brasil)                          - 60 milhões de euros

James Rodriguez (Colômbia) - 45 milhões de euros

Falcão Garcia (Colômbia)      - 40 milhões de euros

Witsel (Bélgica)                      - 40 milhões de euros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.