Porto festeja título e teme desmanche

O Porto vive situação especial. Ao mesmo tempo em que festeja a conquista da Liga dos Campeões, a cúpula do clube teme desmanche do time. Depois da memorável vitória por 3 a 0 sobre o Monaco, quarta-feira, em Gelsenkirchen, não faltam especulações sobre o futuro de alguns personagens importantes do elenco. Saída inevitável é a de José Mourinho. O treinador, de 41 anos, praticamente se despediu ainda no gramado do estádio do Schalke04, enquanto os jogadores posavam com a taça nas mãos. A carreira deve prosseguir na Inglaterra, já que está na mira do Chelsea. O técnico tem retrospecto invejável nas duas últimas temporadas ? em 2002-03, levou o time aos títulos Português, da Copa de Portugal e da Copa Uefa. Neste ano, além do troféu europeu, se sagrou de novo campeão da Série A portuguesa. ?Ainda tenho contrato com o Porto?, pondera Mourinho, para emendar, em tom de ultimato. ?Dei o máximo ao clube e agora preciso atender as minhas aspirações profissionais e pessoais.? Junto com Mourinho, podem sair Ricardo Carvalho e Paulo Ferreira, jogadores que levaria para Londres. Além deles, o luso-brasileiro Deco pode emigrar para a Alemanha, pois o Bayern de Munique busca parceiro para o holandês Makaay no ataque. As especulações não diminuíram a alegria pelo título europeu. A delegação foi recebida com festa, nesta quinta-feira, no Porto, e desfilou em carro de bombeiros do aeroporto até a sede do clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.