Portsmouth é liberado para vender atletas fora da janela

Com graves problemas financeiros, o Portsmouth recebeu nesta quarta-feira permissão para negociar os seus jogadores fora da janela de transferências dentro do futebol inglês. O clube, semifinalista da Copa da Inglaterra, tem dívidas em torno de US$ 130 milhões, e assim poderá tentar diminuir os seus débitos. Porém, os jogadores não poderão defender os clubes que os contratarem até o início da próxima temporada.

AE, Agencia Estado

24 de março de 2010 | 11h35

Agora, o clube aguarda a aprovação da Fifa para também poder negociar jogadores com times de fora da Inglaterra. "Isso efetivamente nos dá uma opção se precisarmos dela, mas quero enfatizar que neste momento não estamos necessariamente vendendo jogadores", disse o diretor Andrew Andronikou. "Nós estamos em uma semifinal, o que nos faz olhar para a frente, e isso nos dá um capital de giro para brincar".

O Portsmouth está na lanterna do Campeonato Inglês e teve nove pontos deduzidos por ter entrado em concordata. Andronikou já realizou cortes em diversos setores, com a demissão de 85 funcionários.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.