Portsmouth tem uma semana para pagar dívidas

O Portsmouth recebeu um prazo de sete dias nesta quarta-feira para pagar parte das suas dívidas com a Receita da Grã-Bretanha para evitar entrar em concordata, antes do julgamento da Corte Suprema de Londres.

AE, Agencia Estado

10 de fevereiro de 2010 | 13h15

A possibilidade de concordata foi colocada em suspenso depois que o Portsmouth conseguiu convencer o tribunal a lhe dar mais tempo para negociar com a autoridade aduaneira do governo. O prazo, agora, vai até o dia 17 de fevereiro.

O Portsmouth precisa realizar o pagamento de 11,5 milhões de libras em impostos. No entanto, o clube afirma que recebeu duas ofertas de compra do clube, o que permitiria que as dívidas fossem saldadas.

Último colocado no Campeonato Inglês, o Portsmouth deve ser rebaixado. A crise enfrentada pelo clube acontece menos de dois anos após a conquista do título da Copa da Inglaterra. O time já foi proibido de fazer contratações e atrasou salário nesta temporada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPortsmouthdívidas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.