Portugal e Angola estréiam na Copa em partida histórica

Um jogo para entrar na história das Copas. Os 45 mil lugares do remodelado Müengersdorfer Stadium, em Colônia, estarão ocupados neste domingo para o segundo jogo da história dos Mundiais a ter em campo duas equipes de língua portuguesa. Portugal e Angola se enfrentam, às 16 horas (horário de Brasília), pela primeira rodada do Grupo D. ?Será uma partida muito importante para divulgarmos ao mundo a imagem de carinho e amizade entre estes dois países?, disse o técnico brasileiro Luiz Felipe Scolari, de Portugal.Na Copa de 1966, Brasil e Portugal se enfrentaram e, liderados por Eusébio, os portugueses venceram por 3 a 1. ?Nós temos que mostrar que só somos inimigos apenas em campo?, disse Felipão, referindo-se às relações turbulentas entre os dois países no século passado. No último amistoso, em 2001, o jogo não terminou e Angola teve cinco jogadores expulsos. ?Não acredito em violência. É um jogo de Copa do Mundo e todas sabem da responsabilidade?, disse o atacante Nuno Gomes. Os dois times se enfrentam pela terceira vez e a história é toda favorável aos portugueses, com duas goleadas: 5 a 0 e 5 a 1. Por causa da colonização portuguesa em Angola este jogo tem um ingrediente político assim como tiveram Argentina x Inglaterra, no México, em 1986, por causa Guerra das Malvinas e Irã x Estados Unidos, em 1998, França. Para Felipão, o jogo também poderá ser marcante. Uma vitória será a sua oitava consecutiva em Mundiais, pois vencera sete vezes com o Brasil na Ásia, em 2002. Nunca um treinador obteve uma seqüência tão grande de triunfos.A soma do brasileiro é a mesma da seleção portuguesa em três participações em Copas. Foram cinco vitórias em 1966, uma em 1986 e outra em 2002. Felipão, técnico com maior vitórias no comando de Portugal (27), também defende uma invencibilidade de 14 jogos.Para a seleção de Angola, o duelo com Portugal representa muito mais do que a estréia dos africanos numa Copa do Mundo: é a chance de fazer o país ser notado internacionalmente por seu futebol, ao invés da triste história de exploração e conflitos políticos e sociais que vitimaram milhões de pessoas, desde o período da colonização. ?Angola sempre teve futebol, ocorre que nosso país esteve assolado por uma guerra que durou 30 anos e ninguém tinha cabeça para pensar em futebol?, explicou o auxiliar-técnico Alvaro de Almeida. ?Nossa equipe está preparada e iremos para os jogos com o objetivo de vencer e tentar uma vaga na próxima fase?.Dificuldades em estréiaPortugal desafia, diante de Angola, uma dificuldade recente em partidas de estréia em grandes competições. Na Eurocopa de 2000, em Eindhoven, na Holanda, a equipe venceu a Inglaterra por 3 a 2, de virada, depois de sair perdendo por 2 a 0.Na Copa de 2002, no entanto, a reação não veio: a equipe saiu perdendo por 3 a 0 para os Estados Unidos, e só conseguiu reduzir a desvantagem para 3 a 2, em Incheon, na Coréia. Na Eurocopa de 2004, em casa, no Porto, saiu perdendo para a Grécia por 2 a 0 e conseguiu apenas diminuir a derrota para 2 a 1.Angola x PortugalAngola - João Ricardo; Jamba, Locó, Kali e Luís Delgado (Marco Abreu); André Makanga, Figueiredo, Zé Kalanga e Mendonça (Edson); Akwa e Mateus (Flávio). Técnico: Luis Oliveira Gonçalves.Portugal - Ricardo; Miguel, Ricardo Carvalho, Fernando Meira e Nuno Valente; Costinha (Maniche), Petit, Deco e Figo; Cristiano Ronaldo e Pauleta. Técnico: Luiz Felipe Scolari.Árbitro: Jorge Larrionda (URU). Local: Müengersdorfer Stadium, em Colônia. Horário: 16 horas (de Brasília).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.