Portugal e Espanha formalizam proposta conjunta por Copa

As federações de futebol de Portugal e Espanha assinaram nesta segunda-feira um documento formalizando a intenção de sediar em parceria a Copa do Mundo de 2018 ou de 2022 "Nós vamos criar uma comissão para atender todas as condições da Fifa", disse o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madail, a jornalistas, após assinar o documento da Fifa ao lado do parceiro espanhol Angel Maria Villar. A proposta vencedora será anunciada em dezembro de 2010. Espanha e Portugal declararam seu interesse em sediar o torneio após a Fifa informar que propostas seriam bem-vindas tanto para Copas de 2018 e 2022. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse que a Espanha, com ou sem Portugal, era uma forte candidata para sediar o Mundial de 2018, assim como a Inglaterra e proposta conjunta de Holanda e Bélgica. Austrália, China, México e Rússia também manifestaram interesse. A Espanha não sedia uma Copa do Mundo desde 1982, já Portugal construiu 10 novos estádios para sediar a Eurocopa de 2004. O Mundial de 2010 será realizado na África do Sul, enquanto o Brasil sediará a Copa de 2014. (Reportagem de Carlos Pontes)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.