Portugal garante Felipão até a Copa

Apesar de ter classificado Portugal para a Copa de 2006, com a vitória de sábado sobre Liechtenstein, o técnico Luiz Felipe Scolari vive dias conturbados. Ele próprio não foi muito seguro ao dizer, depois do jogo, que não sabia se continuaria no cargo, o que levou a imprensa do país a especular sua saída. Mas o presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Gilberto Madail, garantiu nesta segunda-feira que o brasileiro comanda a seleção até o final do Mundial da Alemanha.?Se formos mal na Copa do Mundo, Scolari naturalmente não ficará na seleção. E se formos bem, também será impossível mantê-lo, apesar de nossa vontade de que ele continue?, revelou Gilberto Madail, acabando com as especulações na imprensa portuguesa sobre uma possível saída imediata do técnico brasileiro.Felipão assumiu o comando da seleção portuguesa depois da Copa de 2002, quando conquistou o penta com o Brasil. Desde então, levou Portugal ao vice-campeonato da Eurocopa, em 2004, e chega agora à vaga no Mundial de 2006.Com contrato justamente até o final da Copa de 2006, Felipão teve vários convites para deixar Portugal, principalmente de clubes europeus. Mas recusou todos até agora. Por isso mesmo, o presidente da Federação Portuguesa sabe que será impossível segurá-lo após o Mundial da Alemanha. ?Se dependesse de mim, ele ficaria mais do que isso?, avisou Gilberto Madail.

Agencia Estado,

10 de outubro de 2005 | 11h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.