Portugal não pode mais errar, admite o craque Cristiano Ronaldo

Seleção está apenas na terceira colocação no Grupo F das Eliminatórias para o Mundial

AE, Agência Estado

25 de março de 2013 | 12h48

BAKU - O empate por 3 a 3 com Israel, arrancado nos instantes finais da partida disputada na última quinta-feira, foi comemorado, mas manteve a seleção de Portugal em situação de risco nas Eliminatórias Europeias para a Copa do Mundo de 2014. Por isso, o atacante Cristiano Ronaldo reconheceu que a equipe não pode mais tropeçar no torneio classificatório.

A seleção portuguesa está apenas na terceira colocação no Grupo F, com oito pontos somados em cinco jogos, quatro a menos do que a líder Rússia, que disputou um jogo a menos. "Sabemos que, cada vez mais o erro tem que ser menor. Não podemos perder mais jogos, empatar. A margem de erro está nula. Temos que entrar com a ambição de vencer todos os jogos", disse ao site oficial da Federação Portuguesa de Futebol.

Cristiano Ronaldo reconheceu que a situação da seleção portuguesa é dramática, mas garantiu manter a fé na classificação para a próxima Copa do Mundo. "É uma tarefa difícil, mas não impossível. Sabemos que teremos dificuldades nos próximos jogos, mas tenho confiança nessa seleção", afirmou.

A seleção de Portugal volta a jogar nesta terça-feira, quando vai enfrentar o Azerbaijão em Baku. Cristiano Ronaldo, porém, não vai entrar em campo, pois terá que cumprir suspensão. No entanto, o atacante decidiu permanecer concentrado com seus companheiros.

"Acho que minha presença aqui é importante. Mais fácil seria ir embora, ao meu clube, mas disse que queria ficar aqui porque gosto de estar aqui, posso dar uma contribuição mesmo fora de campo. Estou de corpo e alma aqui e, terça-feira, mesmo fora de campo, estarei torcendo por Portugal", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.