Portugal quer Mourinho como técnico interino da seleção

José Mourinho está sendo cobiçado pela Federação Portuguesa de Futebol para ser o treinador da seleção do país. Segundo a imprensa europeia, dirigentes da entidade estariam em contato com ele e com o Real Madrid, para que o técnico comandasse Portugal interinamente, por duas partidas, sem abandonar seu cargo no clube espanhol.

AE-AP, Agência Estado

16 de setembro de 2010 | 13h38

O presidente da Federação, Gilberto Madail, teria viajado para Madri nesta quinta-feira para tentar convencer Mourinho a substituir o demitido Carlos Queiroz nas partidas contra Dinamarca e Irlanda, em outubro, pelas Eliminatórias para a Eurocopa 2012.

"Falei com a parte administrativa do clube e ninguém sabia de nada, então há pouco para se dizer. Se acabar se tornando algo oficial, veremos o que o clube irá decidir", declarou o diretor do Real Madrid, Emílio Butragueño.

Considerado o melhor técnico do mundo na atualidade, o português José Mourinho havia dito na última sexta-feira que gostaria de ver o espanhol Luis Aragonés no comando da seleção de Portugal, mas lembrou que um técnico do próprio país seria a melhor aposta para o cargo.

Carlos Queiroz foi demitido pela Federação na última quinta-feira. Após uma fraca campanha na Copa do Mundo, parando nas oitavas de final diante da Espanha, Portugal iniciou mal as Eliminatórias da Eurocopa, com apenas um ponto em duas partidas. Além disso, o treinador foi suspenso por seis meses, no dia 30 de agosto, por ter impedido a realização de exames antidoping em jogadores da seleção.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.