Portugal se despede do Estádio da Luz

Uma comoção nacional tomou conta de Portugal após a vitória do Benfica sobre o Santa Clara, por 1 a 0, domingo, pelo Campeonato Português. Foi a última partida do Estádio da Luz, do Benfica, que será demolido em abril para a construção de um novo estádio, que será sede da final da Eurocopa de 2004. ?Chorei quando pisei neste gramado pela primeira vez?, relembrou o ex-atacante Eusébio, maior astro da história do Benfica. As homenagens ao estádio, um dos maiores da Europa, atravessaram a madrugada, reunindo 50 mil pessoas. ?Um templo será derrubado, mas a fé continua?, estampava uma faixa. Inaugurado em 1954, o estádio da Luz recebeu partidas dos maiores jogadores do mundo, como Pelé, que levou o Santos a conquistar o primeiro Mundial Interclubes, em 1962, derrotando o Benfica, de Eusébio, por 5 a 2, na segunda partida da decisão. Em 1985, foram construídas novas arquibancadas, aumentando a capacidade para 120 mil pessoas, mas o recorde de público foi de 127 mil, na vitória de Portugal sobre o Brasil na final do Mundial Sub-20, em 1991. Para o novo estádio, adequado às normas de segurança, serão preservados dois símbolos do Benfica: as estátuas de Eusébio e da águia, mascote do clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.