Portugal sofre para fazer 3 a 0 no fraco time de Luxemburgo

A seleção de Portugal decepciona e derrota a fraca Luxemburgo por "míseros" 3 a 0 neste sábado, em Metz, na França. Só para se ter uma idéia da fragilidade de Luxemburgo, a equipe do pequeno país europeu perdeu por 7 a 0 para a discutida Alemanha, no último sábado (dia 27 de maio). Para a partida, Felipão apostou na dupla de volantes que utilizou no Euro2004, Costinha e Maniche, em detrimento de Tiago e Petit, que vinham atuando como titulares nos últimos amistosos de Portugal, que entrou em campo com Ricardo; Miguel, Fernando Meira, Ricardo Carvalho e Nuno Valente; Costinha e Maniche; Figo, Deco e Cristiano Ronaldo; Pauleta. Mesmo com o domínio da partida, a seleção portuguesa passou o primeiro tempo inteiro sem conseguir furar a retranca de Luxemburgo. E todas as oportunidades do time de Felipão foram do artilheiro Pauleta. Aos 19 minutos, o atacante perdeu uma bela chance ao cabecear um cruzamento de Figo para fora. Dois minutos depois, o mesmo Pauleta perde outro gol de cabeça, a bola passou raspando o travessão. Mas ficou nisso.Para a segunda etapa, Felipão promoveu algumas mudanças que acabaram revelando-se cruciais para o resultado da partida. Petit entra no lugar de Costinha, Pauleta dá lugar a Postiga, e Simão substitui Deco. Aliás, foi Simão - logo no primeiro minuto do segundo tempo - que abriu o placar para Portugal. Após o desvio do goleiro de Luxemburgo de um forte chute de Postiga, o atacante do Benfica não desperdiçou a e sozinho empurrou a bola para o fundo do gol.Após o gol, Portugal passou a pressionar ainda mais, e aos sete minutos Cristiano Ronaldo chutou forte, após a sobra de uma cobrança de falta do capitão Figo, mas o zagueiro de Luxemburgo salvou em cima da linha. Aos 16 foi a vez de Figo perder grande chance de ampliar o marcador, após rebote de um chute seu, conseguiu perder um gol sem goleiro. Porém, dez minutos depois o próprio Figo fez grande jogada pela esquerda e sofreu pênalti. Simão bateu e marcou 2 a 0 para Portugal.O jogo seguia morno até os 39 minutos, quando Figo matou no peito uma bola longa de Ricardo Carvalho e tocou por cima do goleiro de Luxemburgo, que nada pôde fazer a não ser ver a bola morrer no fundo de suas redes. Este foi o último amistoso preparatório para a Copa do Mundo antes de sua estréia contra Angola, no dia 11 de junho. Felipão bate recordeCom a vitória de Portugal, Felipão quebrou dois recordes na história da seleção portuguesa. O treinador brasileiro é o mais vitorioso da história de Portugal. Felipão soma 27 vitórias em 43 jogos, superando a marca de Antonio Oliveira que tem 26 vitórias em 44 jogos. Ele também superou a marca da invencibilidade de Humberto Coelho que permaneceu invicto 13 jogos. Esta foi sua 14.ª partida. A última derrota de Portugal com Felipão foi em fevereiro de 2005. Em 3 anos e meio na seleção portuguesa, o brasileiro venceu 27 partidas, empatou 10 e perdeu 6 jogos. E sua equipe se aproxima da marca centenária de gols. Até agora são 94 gols marcados, 30 sofridos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.