Português perde dedo em comemoração

O meia português Paulo Diogo, do Servette, teve parte do dedo anular da mão esquerda decepada, ao comemorar gol que marcou nos 4 a 1 sobre o Schafthausen, no domingo, pelo Campeonato Suíço. Diogo, de 29 anos, não percebeu que a aliança se enroscou no alambrado, para onde tinha ido festejar. Ao se desvencilhar, perdeu duas falanges.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.