Portuguesa anuncia Tuca Guimarães, ex-Figueirense, como novo técnico para 2017

Apresentação do novo comandante está marcada para esta terça-feira

Estadão Conteúdo

19 de dezembro de 2016 | 15h27

Depois de anunciar Emerson Leão como consultor de futebol, a Portuguesa confirmou nesta segunda-feira o novo técnico para 2017. Trata-se de Tuca Guimarães, que teve passagem pelo Figueirense no Campeonato Brasileiro deste ano. O treinador havia acertado no início do mês com o Boa, mas após conversa com o novo presidente do clube paulistano, Alexandre de Barros, optou por rescindir com a equipe mineira antes mesmo de estrear.

"Na verdade é um gigante e ter a oportunidade de escrever uma página na história de um gigante, na reconstrução de um clube com o porte da Portuguesa me honra muito", comentou o técnico de 43 anos.

A apresentação dos dois novos reforços do clube está marcada para esta terça-feira e o início dos trabalhos será em 2 de janeiro. A Portuguesa iniciará a preparação para a Série A2 do Campeonato Paulista - a segunda divisão estadual - e na sequência disputará a Série D do Campeonato Brasileiro - a quarta divisão nacional.

O último trabalho de Tuca foi no Figueirense. Ele chegou ao time catarinense em janeiro como auxiliar de Hudson Coutinho e também esteve na comissão técnica de Vinícius Eutrópio, Argel Fucks e Marquinhos Santos.

Entre a saída de Argel Fucks e a chegada de Marquinhos Santos, Tuca Guimarães foi efetivado na equipe do Figueirense. Foram oito partidas com três vitórias, um empate e quatro derrotas. A diretoria, no entanto, optou por chamar um novo treinador, mas Tuca permaneceu no clube até novembro, quando chegou a um acordo para a saída.

Além da passagem pelo clube de Florianópolis, ele dirigiu equipes do interior de São Paulo - como Atlético Sorocaba, Comercial, Marília, entre outros.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.