Moisés Nascimento/Divulgação
Moisés Nascimento/Divulgação

Portuguesa bate Atlético-GO na estreia do novo técnico Marcelo Veiga

Mesmo com a vitória por 2 a 0, time paulista continua em penúltimo lugar na tabela da Série B

Agência Estado

24 de maio de 2014 | 18h24

SÃO PAULO - Na estreia do técnico Marcelo Veiga, substituto de Argel Fucks, a Portuguesa voltou a mostrar fragilidade, mas conseguiu a sua primeira vitória no Campeonato Brasileiro da Série B. Venceu o Atlético Goianiense por 2 a 0, neste sábado, de muito frio em São Paulo, no estádio do Canindé, pela sétima rodada. Apesar do resultado, com cinco pontos, é a 19.ª e penúltima colocada, enquanto que o time goiano continua com sete pontos, perto da zona de degola.

Apresentado ao elenco somente na última quinta-feira, o técnico Marcelo Veiga não teve tempo para treinar e promover muitas mudanças na Portuguesa. "Por isso mesmo eu mantive a base dos últimos jogos e pedi o empenho de todos", explicou o estreante. No primeiro tempo, o time goiano foi melhor, principalmente pela boa movimentação de seus atacantes. Tanto que criou três boas chances para marcar, exigindo duas boas defesas do goleiro Tom.

O segundo tempo começou quase às escuras devido à demora para o acendimento dos refletores. Mesmo com duas torres funcionando, o jogo foi iniciado e a Portuguesa deu sorte ao marcar seu gol. Arnaldo cruzou da direita, Romão ajeitou de cabeça e Allan Dias ficou sozinho na pequena área. Ele dominou e bateu no alto do goleiro Márcio.

Aos 9 minutos, o time paulista marcou um gol legítimo, mas não validado pela arbitragem. Após troca de passes entre Arnaldo e Allan Dias, o atacante Romão dividiu com a defesa e a bola seguiu lentamente em direção ao gol. Marcus Winicius aliviou, mas a bola já tinha passado a linha do gol.

Depois disso, o Atlético buscou a reação e Tom "salvou a pátria", de novo, em duas vezes. Aos 17 minutos em uma cabeçada de Junior Viçosa e, aos 19, em um chute forte de Josimar.

Como já vinha acontecendo em jogos anteriores, a Portuguesa cansou fisicamente, recuou bastante e tentou segurar o resultado. Marcelo Veiga fez duas trocas, com as entradas de Caio Mancha e Renan para tentar novo fôlego ao time. Mesmo pressionada, encaixou um contra-ataque e ampliou o placar, aos 37 minutos. O goleiro Márcio saiu da área e dividiu com Régis, mas a bola sobrou para Renan, que bateu de primeira, por cobertura, da linha intermediária. Um golaço e muito comemorado.

Nesta terça-feira acontece a 8.ª rodada completa, com 10 jogos. A Portuguesa vai atuar, de novo em casa, às 19h30, diante do Sampaio Corrêa. O Atlético também vai jogar em casa, diante do líder América-MG, a partir das 21h50, no estádio Serra Dourada, em Goiânia.

FICHA TÉCNICA

PORTUGUESA 2 x 0 ATLÉTICO-GO

PORTUGUESA - Tom; Arnaldo, Wagner, Luciano Castán e Régis; Rudnei, Coutinho, Allan Dias (Rondinelly) e Gabriel Xavier; Serginho (Renan) e Romão (Caio Mancha). Técnico: Marcelo Veiga.

ATLÉTICO-GO - Márcio; Jonas, Artur, Adriano e Thiago Feltri; Renan Foguinho (Pedro), Marcus Winícius, Fábio Lima e Jorginho (André Luís); Juninho (Josimar) e Júnior Viçosa. Técnico: Marcelo Martelotte.

GOLS - Allan Dias, aos 5, e Renan, aos 37 minutos do segundo tempo.

CARTÃO AMARELO - Coutinho (Portuguesa).

ÁRBITRO - Valdicleuson Silva da Costa (AP).

RENDA - R$ 5.380,00.

PÚBLICO - 538 pagantes.

LOCAL - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BPortuguesaAtlético-GO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.