Everton Calício/Portuguesa
Everton Calício/Portuguesa

Portuguesa bate Guarani no Canindé e se livra da ameaça de queda na Série A2

Lusa chega aos 15 pontos e não corre mais riscos de cair no Paulista

Estadão Conteúdo

21 de março de 2018 | 21h46

Depois de iniciar o ano em crise, dentro e fora de campo, a Portuguesa respirou aliviada nesta quarta-feira, quando venceu o Guarani por 2 a 1, no Canindé, e se livrou da ameaça do rebaixamento para a Série A3 do Campeonato Paulista. Com 15 pontos, em 12.º lugar, a Lusa não pode mais ser alcançada pelos times que brigam contra o descenso na Série A2.

+ Santos bate o Botafogo-SP nos pênaltis e vai à semifinal do Paulistão

A briga contra a queda vai ficar para Batatais, Audax, Água Santa e Juventus. Dois deles serão rebaixados. A definição vai acontecer domingo, na 15.ª rodada, a última da fase de classificação. O Guarani, apesar da derrota, é líder com 28 pontos e já está classificado para as semifinais.

Esta foi a primeira vitória da Lusa no Canindé na Série A2. Na última rodada, a Portuguesa apenas cumpre tabela no interior contra o Sertãozinho, enquanto o Guarani recebe o Votuporanguense para tentar confirmar a liderança. Caso consiga, vai ter a vantagem tanto nas semifinais para mandar o segundo jogo dentro de casa e decidir o título também ao lado de sua torcida, em jogo único. Apenas os finalistas vão se garantir na elite estadual no próximo ano.

Precisando da vitória, a Portuguesa foi mais ativa diante de um visitante cauteloso, que valorizava a posse de bola, mas mostrava pouca objetividade. Com um chute colocado da entrada da área, Pereira abriu o placar, aos 26 minutos. O Guarani empatou aos 39, em chute cruzado de Erik.

No segundo tempo, a Lusa buscou mais o ataque e acabou premiada pelo esforço com o gol marcado por Fernandinho, de falta, aos 26 minutos. O Guarani não reagiu e sofreu sua quarta derrota na competição, perdendo uma série invicta de seis rodadas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.