Portuguesa bate o líder Grêmio e deixa zona de rebaixamento

Equipe de Estevam Soares faz 2 a 0 e se recupera no Brasileirão; time gaúcho perde a chance de disparar

Agência Estado,

19 de outubro de 2008 | 20h18

A Portuguesa justificou o apoio dado pelas torcidas dos rivais Palmeiras e São Paulo e venceu o Grêmio por 2 a 0 neste domingo, no Canindé, conseguindo escapar da zona de rebaixamento: com 31 pontos, subiu para a 16ª posição, com a mesma pontuação do Fluminense, mas uma vitória a mais - 8 contra 7. Além disso, impediu que o time gaúcho disparasse na liderança - com 56 pontos, o Grêmio só tem um de vantagem para os vice-líderes Cruzeiro e Palmeiras.   Veja também:  Vote: quem vai levar o título do Brasileirão?   Brasileirão Série A - Classificação   Brasileirão Série A  - Calendário e resultados  Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão  Bate-Pronto: Clássicos e equilíbrios    Com a Portuguesa precisando vencer e com o Grêmio já sabendo que se manteria na ponta da tabela com qualquer resultado, o jogo começou aberto. O atacante Washington assustou num lance de cabeça ainda no primeiro minuto e depois reclamou de um pênalti, aos 13 minutos, quando o zagueiro Réver desviou a bola com o braço direito.   Mas o jogo rapidamente caiu de nível. A Portuguesa não conseguia superar o bloqueio defensivo gremista, enquanto o time gaúcho ameaçou apenas com um chute de longa distância de Pereira, que apanhou um rebote na entrada da área, mas chutou para fora.   No segundo tempo, a Lusa voltou mais acessa e abriu o placar aos 10 minutos. Preto acertou um chute de longe e Victor mandou para escanteio. Na cobrança de Edno, a bola foi lançada para o outro lado para uma testada firme do zagueiro Ediglê.   A partir daí, a Portuguesa recuou e não demorou para que o técnico Estevam Soares trocasse o meia Fellype Gabriel pelo volante Gavilan, reforçando o sistema de marcação. Do outro lado, Celso Roth alterou o esquema tático, abrindo mão de três zagueiros, com a saída de Pereira e a entrada do meia-atacante Souza. Além disso, tentou ganhar força ofensiva com Perea na vaga de Soares, já cansado.   A Lusa se segurou na defesa, garantindo a vitória que não vinha havia três rodadas. E num contra-ataque, já nos acréscimos, marcou o segundo gol: Heverton aproveitou um chutão da defesa e tocou de cabeça para Edno, que driblou o goleiro Victor e mandou para as redes, aos 46 minutos.   Pela 31ª rodada, o Grêmio recebe o Sport na quinta-feira, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre. A Portuguesa só volta a campo no sábado, no Recife, diante do Náutico.   Portuguesa 2 x 0 Grêmio Portuguesa - Gottardi; Ediglê, Bruno Rodrigo e Erick; Patrício, Rai, Preto (Heverton), Fellype Gabriel (Gavilan) e Athirson; Washington (Rogério) e Edno. Técnico: Estevam Soares. Grêmio - Victor; Léo, Pereira (Souza) e Réver; Felipe Mattioni, Rafael Carioca (Orteman), Willian Magrão, Douglas Costa e Hélder; Soares (Perea) e Morales. Técnico: Celso Roth.   Gols - Ediglê, aos 10, e Edno, aos 46 minutos do segundo tempo. Árbitro - Ricardo Marques Ribeiro (Fifa-MG). Cartões amarelos - Rai e Preto (Portuguesa); Soares (Grêmio). Renda - R$ 117.898,00. Público - 7.320. Local - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.