Divulgação/Portuguesa
Divulgação/Portuguesa

Portuguesa cobra R$ 100 no ingresso para jogos da A-2 e torcida protesta

Diretoria decide vender carnês para fidelizar torcedor e quem não quiser, terá que pagar um valor bem acima do convencional

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2019 | 21h19

Antes mesmo de entrar em campo, a Portuguesa já causou polêmica com o preço do ingressos para seus jogos na Série A-2 do Campeonato Paulista. Em busca de “fidelização de seus torcedores”, o time do Canindé resolveu vender carnês para seus jogos em casa e quem não quiser comprá-los, precisará pagar R$ 100 por cada jogo que for assistir, valor que causou indignação entre os torcedores lusitanos.

O carnê “Vamos à Luta” custa R$ 140 e dá direito a um ingresso em cada uma das sete partidas da Lusa em casa na primeira fase da Série A-2. Caso o torcedor não queira ir em todos os jogos, terá que pagar R$ 100 em cada jogo para acompanhar a equipe. A primeira partida da equipe na competição acontece neste domingo, contra o São Bernardo.

De acordo com o presidente da Lusa, Alexandre Barros, até quinta-feira já tinham sido vendidos 1.764 carnês. “O carnê é uma campanha para saber o número de torcedores que temos garantido e para pagar a folha de R$ 350 mil”, explicou, em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Para se ter uma ideia do valor cobrado pela Portuguesa em seus jogos, comparando com os quatro principais clube do Estado, a Lusa é quem mais cobra de seus torcedores um ingresso avulso. Quem quiser ir assistir apenas uma partida do Corinthians neste ano pagará R$ 30. A partida do São Paulo dá para ir por R$ 40 e o Palmeiras por R$ 90.

A diretoria da Lusa alega que, além do ingresso, quem comprar o carnê também poderá participar de sorteios para ganhar prêmios dos clubes. Em cada jogo, será sorteado um Kit contendo camisa, calção, meia e bolsa para viagem.

Os benefícios não foram suficientes para convencer a torcida, que tem protestado bastante no clube e nas redes sociais. A torcida organizada Leões da Fabulosa divulgou uma nota repudiando a atitude do presidente e comparou o valor com o preço dos jogos da Copa do Mundo. 

Confira a nota da organizada lusitana

Os Leões da Fabulosa vem a público demonstrar total repúdio ao posicionamento da “diretoria” da Associação Portuguesa de Desportos acerca dos valores dos ingressos para o Campeonato Paulista Série A2.

Não podemos ter outra definição diferente: o custo do ingresso a R$100, além de ser uma piada de extremo mau gosto, é uma tremenda burrice. Se já não bastasse sermos obrigados a disputar um campeonato ridículo para a nossa história, agora, a torcida mais uma vez é obrigada a pagar a conta.

Deixamos claro que não somos contra a ideia do carnê. Infelizmente boas ideias dentro da Portuguesa são sugadas e destruídas rapidamente por vermes que sempre visam lucrar em cima da Portuguesa e de seus torcedores.

Além dos valores serem extremamente abusivos, o torcedor não tem vantagem alguma em adquirir o carnê. Por exemplo, crianças e idosos serão obrigados a pagar R$ 50,00 por jogo. No Canindé jogaremos sete vezes e caso você não consiga ir a um jogo, terá que pagar o ingresso da mesma forma.

Senhor presidente, caia na real – SÉRIE A2 NÃO É COPA DO MUNDO”. Quer ajudar o clube? Saia da Portuguesa!

Como cobrar um valor tão caro se até aqui não houve prestação de contas dos milhares eventos, shows e da feirinha da madrugada. Única coisa que sabemos é que o clube foi destruído. Quem lucrou com tantos eventos? Como acreditar que nosso dinheiro será bem utilizado?

Só para não esquecer: Alexandre cadê a explicação sobre o áudio dos R$ 6 milhões?

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.