Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo

Portuguesa consegue alvará e fica perto de retornar ao Canindé

Clube corre para liberar estádio até dia 27, no jogo contra o Tupi

Estadão Conteúdo

16 de junho de 2015 | 19h04

A Portuguesa está perto de voltar para casa. Nesta terça-feira, a diretoria conseguiu o laudo necessário do Batalhão de Choque para que o time volte a jogar no estádio do Canindé. O local estava interditado pela Polícia Militar pela falta do alvará de segurança.

Para conseguir a liberação para o jogo contra o Tupi, no dia 27, pela 5ª rodada da Série C, a Lusa precisa correr contra o tempo para regularizar a situação do estádio. Isso porque o prazo para alteração no local da tabela na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) termina na noite desta quarta-feira.

Além do horário do jogo, a data também pode ser alterada porque no dia 27 o clube promove sua tradicional Festa Junina no Canindé. Apesar do problema, a diretoria garante que, caso o estádio seja liberado a tempo pela CBF, o time jogará lá sem qualquer contratempo.

O jogo contra o Tupi está marcado inicialmente para ser disputado no estádio do Pacaembu. No momento, o time paulista soma sete pontos e ocupa a quarta posição no Grupo B. Está na zona de classificação, atrás de Brasil-RS e Tupi, com oito pontos cada, e do Londrina, com 10 pontos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPortuguesaCanindéserie c

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.