Wilton Júnior/Estadão
Wilton Júnior/Estadão

Portuguesa convoca reunião que pode selar saída de presidente

Conselho Deliberativo marca pleito para dia 5 de março no qual será decidido no voto se Ilídio Lico será, ou não, destituído do cargo

Estadão Conteúdo

20 de fevereiro de 2015 | 13h45

A vice-liderança do Grupo C no Campeonato Paulista não condiz com o atual momento vivido pela Portuguesa nos bastidores. Na última quinta-feira à noite, o Conselho Deliberativo convocou reunião extraordinária que definirá o futuro do presidente Ilídio Lico à frente da presidência.

No dia 5 de março, os conselheiros terão que votar pela permanência ou destituição do dirigente, acusado de irregularidades pelo Conselho de Orientação e Fiscalização (COF) do clube. O encontro está marcado para as 19 horas, no Estádio do Canindé.

Ilídio vem sendo acusado de estar negociando a venda do terreno do Canindé sem o consentimento dos demais dirigentes. Além de ter deixado de pagar um acordo trabalhista com uma advogada, que pode resultar no leilão do estádio lusitano.

O Canindé está interditado pela Federação Paulista de Futebol (FPF). Isso fez com que a Portuguesa tivesse que recorrer a outros estádios para mandar seus jogos no Estadual, caso de Arena Barueri e o Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

A Portuguesa volta a campo neste domingo, quando enfrenta o Santos, às 16 horas, no Estádio do Pacaembu, na capital paulista, pela sexta rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.