Portuguesa decepciona e perde do Vila Nova no Canindé por 1 a 0

Resultado acaba com invencibilidade de sete jogos da Lusa e uma sequência de três vitórias

AE, Agência Estado

16 de agosto de 2011 | 21h41

SÃO PAULO - No duelo do melhor ataque, da Portuguesa, contra a melhor defesa, do Vila Nova, quem prevaleceu foi o sistema defensivo. Nesta terça-feira, o time goiano impôs a terceira derrota da equipe paulista e a segunda no estádio do Canindé, em São Paulo. A vitória por 1 a 0 foi a primeira conquistada pelo técnico Artur Neto, na estreia do comando e a segunda do clube longe de Goiânia. A partida foi válida pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O resultado também acabou com uma invencibilidade da Portuguesa de sete jogos e uma sequência de três vitórias. Mesmo assim, ainda é a líder isolada com 36 pontos e pode ser campeã do primeiro turno na próxima rodada. O Vila Nova chegou aos 23 pontos, no meio da tabela de classificação, já um pouco mais distante da zona de rebaixamento.

Como era esperado, a Portuguesa começou em cima e foi em busca do seu gol. O Vila Nova, fechado, apostava nos contra-ataques para balançar as redes. A primeira boa chance foi dos visitantes, aos 18 minutos, com Roni. Após lançamento, dentro da área, o atacante bateu cruzado, tirando tinta da trave do gol de Weverton.

A resposta da Portuguesa foi no minuto seguinte com Ananias. Ele fez boa jogada na entrada da área e bateu muito perto do gol de Michel Alves. No resto, o primeiro tempo foi muito truncado e sem nenhuma grande jogada de perigo.

A segunda etapa voltou melhor e, aos 12 minutos, o Vila Nova abriu o placar. David bateu da entrada da área, a bola tocou na trave e correu em cima da linha para o fundo das redes.

Após levar o gol, a Portuguesa aumentou a pressão e foi com tudo para cima do adversário. Mas, sem o pé calibrado, os chutes de Edno, Ivo, Marco Antônio e Luis Ricardo passaram perto do gol de Michel Alves, mas nenhum com muito perigo. Desta vez, a sorte não ajudou a Portuguesa como em vários jogos.

A Portuguesa volta aos gramados na próxima sexta, quando enfrenta o lanterna Duque de Caxias, às 20h30, no Rio de Janeiro. O Vila Nova, por sua vez, encara o Americana no sábado, às 16h20, em Goiânia.

PORTUGUESA - 0 - Weverton; Luis Ricardo, Rogério, Mateus e Marcelo Cordeiro; Ferdinando (Ronaldo), Henrique (Ivo), Guilherme e Marco Antônio; Ananias (Raí) e Edno. Técnico: Jorginho

VILA NOVA - 1 - Michel Alves; Victor Ferraz (Gabriel), Henrique, Augusto e Éder Lima; Adilson, Ricardinho, David e Jajá (Geovani); Roni e Bergson (Wando). Técnico: Artur Neto

Gol - David, aos 10 minutos do segundo tempo; Cartões amarelos - Marcelo Cordeiro (Portuguesa); Jajá, Wando, Éder Lima e Michel Alves (Vila Nova); Cartão vermelho - Mateus (Portuguesa); Árbitro - Vinícius Costa da Costa (RS); Renda - R$ 59.670,00; Público - 3.783 pagantes; Local - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.