Portuguesa demite Renê Simões

Renê Simões não é mais o técnico da Portuguesa. A humilhante derrota da equipe para a Internacional, em Limeira, domingo, por 5 a 1, pelo Campeonato Paulista foi crucial para a sua demissão. O desligamento do treinador foi anunciado na noite desta segunda-feira após uma reunião entre o presidente Amílcar Casado e membros da diretoria de futebol.Já de manhã, o treinador parecia prever o seu futuro. Muito chateado e sem querer muita conversa esperava pelo pior. "Foi um jogo em que tudo deu errado??. Perguntado sobre sua permanência, foi direto: "O presidente Amílcar Casado é quem pode responder".Amílcar explicou os motivos que levaram à decisão. "Infelizmente futebol é resultados. O time, além de não apresentar o esperado, ainda estava atuando de forma apática", esclareceu. "Investimos alto, com o intuito de chegarmos entre os quatro".Uma entrevista coletiva está marcada para 10 horas desta terça-feira, no Canindé, onde o novo treinador deve ser anunciado. Candinho, que já dirigiu a equipe é o mais cotado. Mesmo sem a continuidade de Renê Simões, a programação do clube está mantida. Para retomar o rumo, o time vai se refugiar, a partir desta terça, em Jarinu. Para classificar-se, a equipe terá de vencer todos os seus jogos: Rio Branco, Corinthians, Ponte Preta, São Paulo e Botafogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.