Portuguesa derruba o Náutico em Recife

A Portuguesa deu um passo importante rumo ao quadrangular final do Campeonato Brasileiro da Série B ao vencer o Náutico por 1 a 0, nesta sexta-feira à noite, no Estádio dos Aflitos, em Recife (PE). E deve esta conquista, em grande parte, ao meia Cléber, que marcou o gol da vitória aos 36 minutos do segundo tempo e ao goleiro Gléguer, que defendeu duas cobranças do mesmo pênalti - de Betinho e Danilo - já nos acréscimos. Os comandados do técnico Giba alcançaram o máximo que poderiam fora de casa, ao somar sua segunda vitória na semifinal e atingir os seis pontos no Grupo B da semifinal. Estão iguais em pontos com o time pernambucano, que leva vantagem no saldo de gols: cinco a zero. Guarani e Marília têm três pontos cada."Muitos achavam que a gente vinha aqui para empatar, mas não era a verdade, tanto que vencemos. Nos preocupamos primeiro em marcar, mas sabíamos que poderíamos buscar a vitória", analisou um emocionando Giba, que se sentiu totalmente reabilitado da derrota para o Marília, por 3 a 1. Agora terá a chance de garantir a vaga em casa, porque receberá no Canindé o Náutico e depois o Marília, fechando o returno em Campinas diante do Guarani.O mais eufórico era mesmo Gléguer, que tinha certeza de que não tomaria gol neste jogo, mesmo em cobranças de pênalti. "Fui para as bolas com muita confiança", garantiu. Ele se adiantou na cobrança de Betinho, aos 46 minutos, mas depois defendeu a cobrança de Danilo que, no rebote, chutou por cima. "Não merecíamos tomar o empate naquela altura", conclui Cléber.Ao contrário de suas duas partidas anteriores na segunda fase o Náutico, desta vez, não foi avassalador. No primeiro tempo, o jogo foi bastante equilibrado e a Portuguesa acertou a trave adversária duas vezes. Na etapa final, o ritmo diminuiu mas a Portuguesa teve que suportar a pressão dos donos da casa, que tiveram o apoio de cerca de 20 mil torcedores equipados com apitos fornecidos pela diretoria do time pernambucano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.