Portuguesa e Guarani duelam na Série B

A abertura do Campeonato Brasileiro da Série B terá um confronto direto entre dois clubes paulistas: Portuguesa e Guarani, neste sábado, às 20h30, no Estádio do Canindé, em São Paulo (SP). O time da capital, animado com a arrancada final no Campeonato Paulista, sonha em brigar pelo título, enquanto o time de Campinas quer mostrar que o rebaixamento, ano passado, foi apenas uma fatalidade. O técnico Giba, invicto em seis jogos no comando da Lusa apostou seu futuro no time e fala com entusiasmo: "Se mantivermos o grupo unido e tivermos o apoio da diretoria, tenho certeza de que vamos longe na competição", resume Giba. Ele só espera, para as próximas rodadas, um atacante para substituir Washington, que foi para o Palmeiras. Do lado do Guarani, o estreante técnico José Carlos Serrão, ex-Mogi Mirim, quer mudar o perfil do time. Já avisou que só vai escalar jogadores "com 110% de condições de jogo". Para ele, "o mais importante é que exista muita disposição e determinação em campo". A Portuguesa viveu uma semana positiva, com as renovações de contrato de vários jogadores. Os últimos que definiram suas situações foram o meia Cléber, o meia-lateral Wilton Goiano e o volante Alexandre. O atacante Celsinho retornou ao elenco depois de sagrar-se campeão sul-americano na categoria Sub-17. A diretoria só espera, agora, renovar com o zagueiro Altair, que ficou fora da estréia. Mantida a base do Campeonato Paulista, o técnico Giba praticamente definiu o time no coletivo de quinta-feira. Nesta sexta-feira cedo houve apenas um recreativo. Existe uma dúvida no ataque, onde Rodriguinho e Oliveira brigam por uma camisa. O time vai jogar no tradicional 4-4-2. No Guarani, o técnico José Carlos Serrão resolveu, de última hora, adotar o esquema 3-5-2. Ele foi motivado pela volta do zagueiro Paulo André, que estava fazendo testes no Glasgow Rangers, mas retornou, treinou e garantiu sua vaga. Adílio, depois de longa ausência, está escalado na ala-esquerda, uma vez que os especialistas Gilson e Adauto, estão machucados. No meio campo, Careca não está em suas melhores condições físicas e será substituído pelo volante Serginho. O meia Alexandre Salles e o atacante Mendes têm suas estréias confirmadas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.