Nilton Fukuda/AE
Nilton Fukuda/AE

Portuguesa empata com Bahia e deixa G-4 da Série B

Mesmo no Canindé, time lusitano não sai do 0 a 0; resultado deixa a equipe com oito pontos

AE, Agencia Estado

30 de maio de 2009 | 18h37

Após quatro anos, a Portuguesa voltou a se reencontrar com o Bahia, mas decepcionou seus torcedores no Estádio do Canindé, em São Paulo, na tarde deste sábado, ao empatar por 0 a 0. O jogo foi válido pela quarta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Veja também:

especial Visite o canal especial do Brasileirão

especial Jogue o Desafio dos Craques

tabela Brasileirão Série B - Classificação e resultados

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão 

O empate tirou os paulistas do G-4 - grupo de acesso à Série A. Agora a Lusa ocupa a quinta colocação, com oito pontos. Enquanto isso, o Bahia está na sétima colocação, com sete pontos.

Mesmo jogando fora de casa, o Bahia foi superior a Portuguesa na primeira etapa. Rogério chegou a colocar uma bola no travessão logo aos três minutos. E a pressão aumentou aos 28 minutos, quando o lateral-esquerdo Anderson Paim, foi expulso por receber o segundo cartão amarelo. Mas o gol não saiu.

No segundo tempo, os dois times bem que tentaram tirar o zero do placar, mas esbarraram ora nos goleiros, ora na falta de pontaria. O técnico Alexandre Gallo ainda tentou colocar os baianos mais no ataque, mas a defesa paulista se garantiu bem.

O zagueiro do Bahia, Evaldo, ainda foi expulso, mas o placar seguiu sem gol. Aos 47 minutos, quase a sorte ajudou a Lusa, quando o zagueiro Bruno Rodrigo cabeceou e a bola explodiu no travessão.

Pela quinta rodada, a Portuguesa vai a Campinas no próximo sábado, 6 de junho, encarar a Ponte Preta, às 21h50. Enquanto isso, o Bahia recebe o ABC no mesmo dia, às 21 horas.

PORTUGUESA 0 X 0 BAHIA

Portuguesa - Fábio; Bruno Rodrigo, Ediglê e Erick; César Prates (Wilton Goiano), Acleisson, Marco Antônio, Preto e Anderson Paim; Piraju (Tatá) e Christian (Dinei). Técnico: Paulo Bonamigo.

Bahia - Marcelo; Marcos, Evaldo, Nen e Ávine (Roberto); Leandro (Beto), Hernani, Rogério e Rubens Cardoso; Lima e Alex Terra (Paulo Roberto). Técnico: Alexandre Gallo.

Cartões amarelos - César Prates, Preto (Portuguesa); Fernando, Nen, Rubens Cardoso, Rogério, Hernani, Alex Terra e Marco Antônio (Bahia).

Cartões vermelhos - Anderson Paim (Portuguesa); Evaldo (Bahia).

Árbitro - Cláudio Francisco Lima e Silva (SE).

Renda - R$ 72.220,00.

Público - 4.633 pagantes.

Local - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.