Portuguesa empata com Vitória e ainda segue ameaçada

Time paulista ainda tem vantagem de cinco pontos sobre o Vasco, primeiro clube na zona de descenso

Agência Estado

20 de outubro de 2013 | 20h45

SÃO PAULO - A Portuguesa desperdiçou uma ótima oportunidade de se distanciar novamente da zona de rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Em um jogo com dois tempos distintos, a Lusa ficou no empate por 1 a 1 com o Vitória, na noite deste domingo, no Estádio do Canindé, em São Paulo, no fechamento da 30.ª rodada. Com o resultado, o clube paulista continua rondando as últimas posições, mas em uma situação ainda confortável. Tem 38 pontos, na 13.ª colocação, contra 33 pontos do Vasco, primeiro na zona de rebaixamento. Por outro lado, o time baiano chegou aos 44 pontos, na sétima posição, a seis pontos do quarto colocado Botafogo.

O técnico Guto Ferreira tentou surpreender com uma formação diferente, escalando o volante Corrêa na lateral direita e o lateral Luís Ricardo no ataque. Nos primeiros minutos, porém, a Lusa não se encontrou em campo e acabou sofrendo o gol aos 18 minutos. O volante Cáceres recebeu na área e bateu no ângulo direito do goleiro Lauro.

Ainda no primeiro tempo, o treinador da Portuguesa desfez a formação, ao recuar Luís Ricardo à lateral e colocar Corrêa no meio. Os donos da casa conseguiram equilibrar o jogo, mas só chegaram ao empate no segundo tempo, quando dominaram o jogo. Luís Ricardo escapou pela direita e cruzou. Ninguém cortou a bola e Moisés bateu de virada para deixar tudo igual.

No próximo domingo, às 16 horas, a Portuguesa volta a campo para enfrentar o Flamengo, na Arena Castelão, em Fortaleza. Assim como fizera contra o Corinthians, a diretoria da Lusa vendeu o mando para aliviar os seus problemas financeiros. Já o Vitória encara o Fluminense, também no domingo, às 18h30, no Maracanã.

FICHA TÉCNICA:

PORTUGUESA 1 X 1 VITÓRIA

PORTUGUESA - Lauro; Corrêa (Wanderson), Moisés Moura, Valdomiro e Rogério; Willian Arão (Bruninho), Bruno Henrique, Moisés e Souza; Luís Ricardo e Bergson (Henrique). Técnico - Guto Ferreira.

VITÓRIA - Wilson; Ayrton, Victor Ramos, Kadu e Juan; Marcelo (William Henrique), Luiz Gustavo (Escudero), Cáceres e Renato Cajá (Euller); Marquinhos e Dinei. Técnico - Ney Franco.

GOLS - Cáceres, aos 18 minutos do primeiro tempo. Moisés, aos 17 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Edivaldo Elias da Silva (PR).

CARTÕES AMARELOS - Willian Arão, Moisés Moura e Rogério (Portuguesa); Victor Ramos e Luiz Gustavo (Vitória).

RENDA - Não disponível.

PÚBLICO - 3.687 pagantes.

LOCAL - Estádio do Canindé, em São Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPortuguesaVitóriaBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.