Portuguesa empata sem gols no Canindé e se complica

Nem a estreia do técnico Jorginho, escolhido para o lugar de Sérgio Guedes, alterou a rotina de maus resultados da Portuguesa. Neste domingo de muita chuva na capital paulista, perante os poucos torcedores que se arriscaram ir ao Canindé, a Lusa não foi além do empate sem gols com o Bragantino, pela 10.ª rodada do Campeonato Paulista.

AE, Agência Estado

27 de fevereiro de 2011 | 21h06

Com este resultado, a Portuguesa completou quatro jogos sem vencer, ficando em 13.º lugar, com 11 pontos. E ainda convive com o trauma da eliminação precoce na Copa do Brasil, ao não superar o Bangu. O Bragantino, que sonha integrar o G-8, aparece em nono lugar, com 13 pontos.

Mas o jogo, embora sem gols, foi sempre muito movimentado. O visitante se mostrou mais bem organizado no primeiro tempo, explorando a velocidade no ataque para tentar abrir o placar. Logo no primeiro minuto, numa bela virada, Marcelinho acertou a trave de Weverton.

A Lusa mostrou muita lentidão na saída de bola. No segundo tempo, ela voltou mais à frente, dando a impressão de que conseguiria seu gol. Até criou boas chances, mas não conseguiu abrir o placar. A principal chance lusitana saiu aos 15 minutos, quando Henrique tocou por cima do goleiro Rafael Defendei, mas Luciano Sorriso salvou em cima da linha.

Nos últimos minutos, melhor fisicamente, o Bragantino teve várias chances para fazer seu gol, principalmente em chutes de média distância. Só o meia Rodriguinho chutou três vezes para fora. A falta de pontaria talvez justifique o fato do time não ter vencido ainda fora de casa.

FICHA TÉCNICA:

Portuguesa 0 x 0 Bragantino

Portuguesa - Weverton; Guilherme, Jaime, Preto Costa e Marcelo Cordeiro; Ferdinando, Ademir Sopa, Henrique e Fabrício (Ivo); Jael (Kempes) e Dodô (Luís Ricardo). Técnico - Jorginho.

Bragantino - Rafael Defendi; Carlinhos, Marcos Aurélio e Everaldo; Nêgo, Éder (Diego), Luciano Sorriso (Júlio César), Rodriguinho e Dieguinho (Paulo Roberto); Marcelinho e João Salles. Técnico - Marcelo Veiga.

Árbitro - Luiz Flávio de Oliveira.

Cartões amarelos Fabrício, Ademir Sopa, Guilherme, Éder e Carlinhos.

Renda R$ 9.500,00.

Público 371 pagantes.

Local - Estádio do Canindé, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.