Portuguesa encara Oeste em busca de um milagre na Série B

Portuguesa encara Oeste em busca de um milagre na Série B

Derrota para equipe de Itápolis pode rebaixar clube da capital paulista para terceira divisão nacional pela primeira vez na história

Rafael Fiuza, O Estado de S. Paulo

28 de outubro de 2014 | 07h00

O Estádio dos Amaros pode ser o palco final de um triste episódio na história da Portuguesa. A equipe treinada por Zé Augusto encara o Oeste, nesta terça-feira, às 19h30, pela 32º rodada da Série B do Campeonato Brasileiro e só a vitória interessa. Os clubes paulistas ocupam atualmente a zona de rebaixamento da Série B, mas uma derrota pode sacramentar a queda da equipe rubro-verde para a terceira divisão do campeonato nacional.

No primeiro turno, as equipes se enfrentaram no Estádio do Canindé e ficaram no 0 a 0. No período, o time da casa já ocupava a zona de rebaixamento. Agora na última colocação, o clube da capital paulista não vence há 13 rodadas, quando derrotou o Vila Nova, no Serra Dourada, por 2 a 1, gols de Gabriel Xavier, e está há 14 pontos de distância da última equipe fora da zona da degola.

Se o cenário é assustador na Lusa, não deixa de ser crítico no Oeste. A equipe de Itápolis não conquista os três pontos desde a vitória sobre o ABC, em casa, na 27° rodada. No período a equipe somou apenas dois pontos. Porém, uma vitória pode rirar o time de Roberto Cavalo da incômoda situação momentaneamente. O Icasa, primeira equipe fora do Z-4, jogará no sábado, contra o Náutico.


Nos arredores da Portuguesa, ninguém admite a inevitável queda, mas assume que muitas mudanças deverão ocorrer nos próximos dias. Com os salários de todo o elenco atrasados, o presidente do clube, Ilídio Lico já admite que problemas financeiros deixaram o clube nesta situação. "O clube está quebrado. Temos uma folha de mais de R$ 500 mil e recebemos atualmente um valor entre R$ 250 mil e R$ 300 mil. Desta forma é complicado ficar em dia", disse o presidente. Na última semana, logo após a saída do treinador Vagner Benazzi, funcionários do clube iniciaram uma greve para receber os salários atrasados em mais de três meses.

FICHA TÉCNICA

OESTE: Anderson; Everton Dias, Halisson, Daniel Gigante e Denis; João Denoni, Leandro Mello, Lelê e Ramires; Waguinho e Reis. Técnico: Roberto Cavalo

PORTUGUESA: Rafael Santos; Arnaldo, Matheus, Diego Augusto e Valdomiro; Renan, Diego Orlando, Léo Costa, Felipe Nunes; Gabriel Xavier e Luan. Técnico: José Augusto

JUIZ: Flávio Rodrigues Guerra (SP)

LOCAL: Estádio dos Amaros, Itápolis

HORÁRIO: 19h30

Tudo o que sabemos sobre:
futebolportuguesaoestesérie b

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.