Portuguesa fecha Série B com derrota para o Vila Nova

Portuguesa fecha Série B com derrota para o Vila Nova

Lusa termina a competição na última posição com quatro vitórias conquistadas, 13 empates e acumulando ainda 21 derrotas

Estadão Conteúdo

28 de novembro de 2014 | 21h54

A Portuguesa terminou de forma humilhante a sua participação no Campeonato Brasileiro da Série B sendo derrotada pelo Vila Nova por 3 a 2, em pleno estádio do Canindé, em São Paulo, nesta sexta-feira, pela 38.ª e última rodada. A equipe até fez uma boa partida, mas acabou sendo surpreendida pelo jovem time goiano, em que o mais velho era o meia Paulinho, com 22 anos.

A Portuguesa termina a Série B com quatro tropeços seguidos e na lanterna com apenas 25 pontos, conquistados em quatro vitórias, 13 empates e acumulando ainda 21 derrotas. O Vila Nova encerra com o triunfo, que o deixou na penúltima posição com 32 pontos. Na campanha foram 10 vitórias, dois empates e 26 derrotas. Ambos os clubes jogarão à Série C na próxima temporada, ao lado do Icasa e de um quarto time que sairá entre Bragantino, América-RN ou Oeste.

Despreocupados, o jogo foi corrido com muitas chances de gols. A Portuguesa começou no ataque e foi logo abrindo o marcador. Aos sete minutos, Bruno Ferreira recebeu de Jânio, pegou de primeira, de chapa, e mandou no canto direito do goleiro Gabriel Mateus, de apenas 16 anos.

Após sair atrás no placar, o Vila Nova acordou, esboçou uma reação e marcou o gol de empate aos 32 minutos. Wanderson invadiu a área e foi derrubado pelo goleiro Tom. O árbitro marcou penalidade máxima. Na cobrança, Paulinho chutou forte e deixou tudo igual. A virada não demorou a sair. Aos 34, Wanderson deu passe açucarado para Mateus Anderson, que tocou na saída do goleiro.

A Portuguesa voltou para o segundo tempo disposta a atacar e buscou o empate aos 14 minutos. Após cobrança de falta de Léo Costa, Gabriel não achou e a bola bateu nas costas de Julio Vinícius e acabou parando contra as próprias redes.

O time paulista voltava para o jogo, mas o "balde de água fria" apareceu em seguida. Aos 17 minutos, Mateus Anderson mandou a bola para a área da Portuguesa, a defesa afastou mal e a bola sobrou no pés de Lucas Sotero, que chutou e mandou no fundo das redes, recolocando o Vila Nova novamente à frente do placar. Com o meia Gabriel Xavier machucado, a equipe do Canindé ainda terminou o jogo com um jogador a menos.

FICHA TÉCNICA

PORTUGUESA 2 x 3 VILA NOVA

PORTUGUESA - Tom; Bruno Ferreira, Brinner, Valdomiro e Mateus Alonso; Renan, Diogo Orlando (Bruno Piñatares), Léo Costa e Gabriel Xavier; Matheus (Marcelinho) e Jânio (Luan). Técnico: José Augusto.

VILA NOVA - Gabriel Mateus; Wanderson Lima, Vitor Melo, Bruno Bera (Wellington) e Julio Vinícius; Leonardo, Felipe Macena, Mateus Anderson, Lucas Sotero e Paulinho (Dudu); Ítallo (Everton). Técnico: Wladimir Araújo.

GOLS - Bruno Ferreira, aos 7, Paulinho, aos 32, e Mateus Anderson, aos 34 minutos do primeiro tempo; Julio Vinícius (contra), aos 14, e Felipe Macena, aos 17 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Tom, Brinner e Renan (Portuguesa); Mateus Anderson, Felipe Macena, Leonardo e Vitor Melo (Vila Nova).

ÁRBITRO - Leonardo Sígari Zanon (PR).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BPortuguesaVila Nova

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.