Portuguesa fica no 1 a 1 em clássico lusitano da Série A-2

Mesmo na Série A-2, a Portuguesa continua com sua sina de surpreender negativamente. Depois de um início arrasador no Campeonato Paulista, a clube da capital não passou de um empate por 1 a 1 com a Portuguesa Santista, no Canindé, neste domingo, e perdeu ótima chance de disparar ainda mais na competição.Com o resultado, o time dirigido pelo técnico Vágner Benazzi chega aos dez pontos e mantém a liderança isolada, mesmo porque tem um jogo a mais do que seus concorrentes. Já a Briosa sobe para seis pontos, com cinco jogos, mas ainda poderá perder algumas posições no fechamento da rodada nesta tarde.?Enfrentamos um adversário complicado, mas não podemos perder pontos em casa. Agora, vamos precisar correr atrás deles longe do Canindé?, resumiu o técnico Vágner Benazzi.Tendo o apoio da torcida, a Portuguesa começou a partida explorando o espaço dado pela marcação adversária no lado esquerdo. Por lá, o time chegou ao gol, aos 13 minutos, quando Samuel Lopes invadiu a área e tocou para Diogo chutar forte no canto esquerdo.No segundo tempo, a Santista reapareceu mais ofensiva e chegou ao empate, aos 29 minutos, depois que o veterano Marcelo Passos bateu escanteio e o zagueiro Otacílio desviou. Nos minutos finais, a Portuguesa ainda tentou pressionar, mas parou em boas defesas do goleiro André.A Portuguesa volta a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Comercial, às 20h30, no Palma Travassos, em Ribeirão Preto. A Portuguesa Santista encara o Nacional, no mesmo dia, mas às 16h, na capital. Ficha técnica: Portuguesa 1 x 1 Portuguesa SantistaPortuguesa - Tiago; Wilton Goiano, Bruno, Samuel e Leonardo; Marcos Paulo, Raí (Joãozinho), Alexandre e Diogo (Preto); Vaguinho e Samuel Lopes (Rivaldo). Técnico: Vágner Benazzi. Portuguesa Santista - André; Carlos Alexandre, Tiago, Souza (Otacílio) e Preto; Milá, Axel (Mendes), Cacá e Marcelo Passos; Douglas (Adílson) e Fabinho. Técnico: Jenildo Cavalcanti. Gols - Diogo, aos 13 minutos do primeiro tempo; Otacílio, aos 29 minutos do segundo tempo. Árbitro - Magno de Souza Lima NetoCartões amarelo - Diogo, Rai, Samuel, Wilton Goiano, Otacílio e Mendes. Cartão vermelho - Otacílio Renda - R$ 15.885,00 Público - 1.159 pagantes Local - Estádio do Canindé, em São Paulo-SP.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.