Portuguesa ganha de virada do Guarani

A Portuguesa estreou com o pé direito no Campeonato Brasileiro da Série B ao vencer o Guarani por 2 a 1, de virada, neste sábado à noite, no Estádio do Canindé, em São Paulo (SP). Todos os gols saíram no primeiro tempo e, curiosamente, os artilheiros lusos são dois jogadores ?renegados?. Um deles é o zagueiro Pereira, emprestado pelo Santos e que acaba de ser emprestado ao Grêmio, embora seu contrato termine no dia 15 de maio. O outro é Fabrício, muito xingado pela torcida, depois dos incidentes ocorridos com um grupo de torcedores dentro do vestiários do time ainda pelo Campeonato Paulista. Ambos, porém, foram defendidos pelo técnico Giba: "O Pereira precisa ficar conosco e o Fabrício tem muito potencial e a torcida precisa um pouco de paciência". De volta ao Campeonato Brasileiro da Série B após 13 anos, o Guarani iniciou bem a partida contra a Portuguesa, no Canindé, e abriu o placar logo aos sete minutos, com um gol do estreante Alexandre Salles. O lance saiu numa jogada ensaiada, quando Marcos Paulo cobrou a falta rolando a bola para o chute de esquerda do bugrino. O time campineiro, porém, do estreante técnico José Carlos Serrão, caiu subitamente de rendimento e a Lusa dominou a partir da metade da primeira etapa. A virada do placar aconteceu em dois minutos, primeiramente com Pereira, aproveitando a falha do goleiro Jean que tentou espalmar um toque de Silvio Criciúma e acabou mandando na cabeça do zagueiro, aos 30 minutos. Dois minutos depois o atacante Fabrício recebeu de Oliveira, passou pela defesa em velocidade e bateu cruzado com o pé esquerdo: 2 a 1. Na segunda etapa a Portuguesa posicionou-se bem no seu campo defensivo, sem muitas dificuldades para segurar o improdutivo ataque campineiro, que dependia da inteligência de Alexandre Salles, muito bem marcado. Sem ser ameaçada, a Portuguesa ainda tentou ampliar nos contra-ataques, mas preferiu se garantir na defesa porque somou os primeiros três pontos na competição, ainda na base de muita disposição. O Guarani terá que melhorar bastante sua organização em campo e mostrar mais qualidade técnica. Os dois times, agora, já pensam na próxima rodada. A Portuguesa vai enfrentar o Náutico, sexta-feira, em Recife (PE), enquanto o Guarani receberá o Bahia, em Campinas (SP), no domingo. A Portuguesa estreou com o pé direito no Campeonato Brasileiro da Série B ao vencer o Guarani por 2 a 1, de virada, neste sábado à noite, no Estádio do Canindé, em São Paulo (SP). Todos os gols saíram no primeiro tempo e, curiosamente, os artilheiros lusos são dois jogadores ?renegados?. Um deles é o zagueiro Pereira, emprestado pelo Santos e que acaba de ser emprestado ao Grêmio, embora seu contrato termine no dia 15 de maio. O outro é Fabrício, muito xingado pela torcida, depois dos incidentes ocorridos com um grupo de torcedores dentro do vestiários do time ainda pelo Campeonato Paulista. Ambos, porém, foram defendidos pelo técnico Giba: "O Pereira precisa ficar conosco e o Fabrício tem muito potencial e a torcida precisa um pouco de paciência". De volta ao Campeonato Brasileiro da Série B após 13 anos, o Guarani iniciou bem a partida contra a Portuguesa, no Canindé, e abriu o placar logo aos sete minutos, com um gol do estreante Alexandre Salles. O lance saiu numa jogada ensaiada, quando Marcos Paulo cobrou a falta rolando a bola para o chute de esquerda do bugrino. O time campineiro, porém, do estreante técnico José Carlos Serrão, caiu subitamente de rendimento e a Lusa dominou a partir da metade da primeira etapa. A virada do placar aconteceu em dois minutos, primeiramente com Pereira, aproveitando a falha do goleiro Jean que tentou espalmar um toque de Silvio Criciúma e acabou mandando na cabeça do zagueiro, aos 30 minutos. Dois minutos depois o atacante Fabrício recebeu de Oliveira, passou pela defesa em velocidade e bateu cruzado com o pé esquerdo: 2 a 1. Na segunda etapa a Portuguesa posicionou-se bem no seu campo defensivo, sem muitas dificuldades para segurar o improdutivo ataque campineiro, que dependia da inteligência de Alexandre Salles, muito bem marcado. Sem ser ameaçada, a Portuguesa ainda tentou ampliar nos contra-ataques, mas preferiu se garantir na defesa porque somou os primeiros três pontos na competição, ainda na base de muita disposição. O Guarani terá que melhorar bastante sua organização em campo e mostrar mais qualidade técnica. Os dois times, agora, já pensam na próxima rodada. A Portuguesa vai enfrentar o Náutico, sexta-feira, em Recife (PE), enquanto o Guarani receberá o Bahia, em Campinas (SP), no domingo. Confira a classificação, os resultados e a próxima rodada do Campeonato Brasileiro 2005 - Série B.

Agencia Estado,

23 Abril 2005 | 22h46

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.