Portuguesa ganha do Mirassol e encerra jejum de vitórias

Time do técnico Vágner Benazzi venceu fora de casa por 2 a 1 graças a gol do experiente volante Claudecir

Agência Estado

09 de fevereiro de 2008 | 20h32

A Portuguesa acabou com o jejum de vitórias no Campeonato Paulista. Neste sábado à tarde, bateu o Mirassol por 2 a 1, no Estádio José Maria de Campos Maia. Com a vitória fora de casa, após três rodadas, a Lusa chega aos 12 pontos, em oito partidas realizadas, ocupando provisoriamente a sexta posição. O Mirassol tem um ponto a menos. Veja também: Classificação Últimos resultados / Próximos jogosAssim que a partida teve início, a Portuguesa tomou a iniciativa da partida - queria encerrar a série de quatro jogos sem vencer - e logo abriu o marcador. Aos nove minutos, o meia Carlos Alberto dominou na entrada da área, ajeitou e fez um golaço, chutando de perna direita no ângulo esquerdo do goleiro.  MIRASSOL 1 Alexandre Fávaro; Júlio César    , André Turatto     e Bruno Aguiar; Fabinho Capixaba, Jefferson, Sandro Silva     (Fabiano Souza), Xuxa e Caio (Claudinho); Reginaldo (Léo Mineiro) e Anderson Lobão Técnico: Luiz Carlos Martins  PORTUGUESA 2 André Luiz    ; Bruno Rodrigo, Júlio Santos (Claudecir) e Alisson; Osmar, Dias, Carlos Alberto e Preto     (Miltinho) e Bruno Recife    ; Rogério (Ramon) e Christian. Técnico: Vágner Benazzi Gols: Carlos Alberto, aos 9, e Xuxa, aos 45 minutos do primeiro tempo; Claudecir, aos 31 minutos do segundo tempo.Árbitro: Otávio Correa da SilvaRenda: R$ 24.535,00Público: 1.874 pagantesEstádio: José Maria de Campos Maia, em Mirassol (SP) O Mirassol igualou as forças, mas ambas equipes erravam muito. E foi assim que o time da casa chegou ao empate, já nos acréscimos do primeiro tempo. Ao tentar sair jogando, o zagueiro Júlio Santos chutou errado e a bola sobrou para o meia Xuxa. Ele invadiu a área e chutou cruzado. Na volta para o segundo tempo, o time da casa resolveu adotar a superstição. Assim como costuma fazer na disputa da Série A-2, trocou o uniforme branco e passou a atuar todo de amarelo. A partida, assim como no primeiro tempo, seguiu aberta, mas sem grandes chances de gol. Ainda assim, a Portuguesa acabou com o jejum de vitórias. O volante Claudecir entrou em campo para ajudar na marcação, no lugar de Júlio Santos, mas acabou virando o herói da partida. Aos 31 minutos, ele aproveitou o rebote do goleiro Alexande Favaro, após chute de Christian, e bateu de perna esquerda, para as redes. Na próxima rodada, a Portuguesa joga com o Noroeste. Antes, porém, faz a sua estréia na Copa do Brasil. Na quarta-feira, enfrente o Ulbra Ji-Paraná, em Rondônia. Se vencer o jogo por dois ou mais gols de diferença, elimina a partida da volta. O Mirassol volta a atuar pelo Paulista no domingo. Enfrenta o São Paulo, novamente no Estádio José Maria de Campos Maia.

Tudo o que sabemos sobre:
PortuguesaMirassolPaulistão A-1:

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.