Wilton Junior
Wilton Junior

Portuguesa inicia impeachment do presidente Ilídio Lico

Reunião tumultuada praticamente definiu a saída do dirigente

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

05 Março 2015 | 22h23

O Conselho Deliberativo da Portuguesa encaminhou o pedido de impeachment do presidente Ilídio Lico que havia sido pedido pelo Conselho de Orientação e Fiscalização (COF). Em uma reunião tensa e tumultuada na noite desta quinta-feira, realizada no Salão Nobre do estádio do Canindé, a votação apontou 93 votos a favor do impeachment, dois contra e uma abstenção.

Os próximos passos serão a votação do impeachment em uma assembleia geral, mas a tendência é que Ilídio Lico não seja mais o mandatário, pois a maioria dos sócios e torcedores considera o presidente um dos principais culpados pela profunda crise do clube.

Durante o andamento da reunião, uma grande confusão entre alguns membros do Conselho paralisou a sessão. Ilídio Lico e o presidente do Conselho, Marco Antônio Teixeira Duarte, abandonaram a reunião, assim como alguns conselheiros. A reunião foi legitimada por contar com o quórum necessário e o vice-presidente assumiu a mesa para que os trabalhos continuassem. José Luiz Ferreira de Almeida, diretor jurídico, já apresentou sua renúncia. “Não fico mais na Portuguesa. A reunião foi uma baixaria”, afirmou.

José Manuel Mendes Gonçalves, que ocupava o cargo de vice-presidente de Finanças do clube, assume o clube por 30 dias até a convocação de eleições para um novo vice de Finanças. A tendência é que José Manuel seja o novo presidente. 

O pedido de impeachment de Ilídio Lico foi baseado em razões financeiras, como o não fechamento dos balanços e balancetes de 2014, a acusação de que estaria tentando vender o Estádio do Canindé e até o episódio em que os jogadores deixaram o gramado na partida contra o Joinville, pela Série B do Campeonato Brasileiro – hoje, a equipe está na Série C.

Mais conteúdo sobre:
Futebol Portuguesa Ilidio Lico

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.