Marcos D'Paula/Estadão - 21/06/2008
Marcos D'Paula/Estadão - 21/06/2008

Portuguesa inicia negociações para repatriar Edno

Atacante diz que pode voltar a render com a camisa da Lusa, naquela que seria sua terceira passagem pelo clube

Estadão Conteúdo

29 de janeiro de 2015 | 21h05

Edno está muito perto de retornar à Portuguesa para a disputa do Paulistão. Sem ser muito aproveitado no Vitória, o atacante acredita que pode voltar a render com a camisa da Lusa, assim como aconteceu anteriormente. A negociação está em fase inicial, mas a decisão deve ocorrer ainda nesta semana, antes da estreia da equipe na competição.

O próprio atleta garantiu que está negociando com a Portuguesa, mas revelou que não tem ainda nada concretizado. Em caso de acerto, esta será a sua terceira passagem pelo Canindé. Em 2011, fez parte do time campeão da Série B do Brasileiro.

Revelado pelo Avaí, Edno passou por clubes como PVS (Holanda), Cruzeiro, Figueirense, Novo Hamburgo, Noroeste e Atlético-PR, antes de sua primeira passagem pela Portuguesa, na qual brilhou e atraiu olhares do Corinthians. No Parque São Jorge, não mostrou o mesmo futebol de outrora e foi emprestado para o Botafogo-RJ, também sem sucesso.

Em seguida, voltou para a Portuguesa para ser campeão da Série B. Com o sucesso, se transferiu para o Tigres, do México, e Cerezo Osaka, do Japão, até voltar ao Brasil para defender a Ponte Preta. Foi rebaixado no Brasileirão da temporada passada com o Vitória.

REFORÇOS - Na tarde desta quinta-feira, no CT do Parque Ecológico, a Portuguesa apresentou oficialmente três reforços para a temporada de 2015: o lateral direito Filipi Souza, o lateral esquerdo Paulo Henrique e o atacante Popó. Eles se juntam aos seis jogadores já anunciados oficialmente: os zagueiros Guilherme e Alex Lima, os laterais Fabinho Capixaba e Bruno Bertucci, o volante Ferdinando e o meia Cleiton.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPortuguesaCampeonato Paulista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.