Portuguesa leva virada da Internacional e segue sem vencer na Série A2 paulista

Com cinco pontos, time da capital ocupa a 12ª posição e, com certeza, vai lutar contra o rebaixamento nas sete rodadas restantes

Redação, Estadão Conteúdo

17 de fevereiro de 2019 | 18h22

Vivendo há anos uma crise financeira muito grave, com muitos processos trabalhistas e com a ameaça de leilão do estádio do Canindé, em São Paulo, a Portuguesa também não se encontra dentro de campo. Mesmo jogando em casa, neste domingo, perdeu de virada para a Internacional, de Limeira (SP), por 3 a 1, pela oitava rodada do Campeonato Paulista da Série A2 - a segunda divisão estadual.

O time da capital paulista continua sem vencer na Série A2, com cinco empates e agora três derrotas. Com cinco pontos, ocupa a 12.ª posição e, com certeza, vai lutar contra o rebaixamento nas sete rodadas restantes pela fase de classificação. O clube de Limeira atingiu os 12 pontos, em sétimo lugar, dentro da zona de classificação - os oito primeiros avançam à segunda fase, enquanto que os dois piores serão rebaixados à Série A3 em 2020.

Desta vez, a Portuguesa saiu na frente dando a impressão de que venceria pela primeira vez na temporada. Foi aos 19 minutos, com João Gurgel cobrando pênalti sofrido por Gerley após tentar driblar o goleiro. Mas o gol acordou a Internacional, que foi ao ataque e acertou a trave com Mael. O empate saiu aos 44 com um gol contra de Lucas Bahia, que tentou aliviar e chutou contra suas próprias redes.

No segundo tempo, o visitante virou aos 10 minutos com Élvis, ampliando depois aos 36 com Clebinho. Mais uma tarde decepcionante para a torcida da Portuguesa.

O time vai ter a semana toda para se preparar visando o compromisso diante da Penapolense, no domingo, às 16 horas, novamente no estádio do Canindé. A Internacional fará o duelo regional contra o Rio Claro, mas fora de casa, a partir das 19 horas.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.