Portuguesa mantém esperança de ir às semifinais

Os jogadores da Portuguesa disseram nesta quinta-feira que não ficarão lamentando o empate por 2 a 2 com o Mirassol, no Canindé, e pediram à torcida que empurre a equipe no jogo de domingo contra o Marília, no Canindé. "Estamos sem perder há cinco jogos. O torcedor tem que olhar por esse lado e incentivar", afirmou o meia Edno.

AE, Agencia Estado

26 de março de 2009 | 18h46

Apesar do tropeço, a Portuguesa segue em quarto lugar no Campeonato Paulista, com 31 pontos, um à frente do Santos na briga para chegar às semifinais. Depois do Marília, a equipe enfrenta justamente o Santos, na Vila Belmiro, e encerra a participação na primeira fase contra outro candidato à vaga, o Santo André, que parou nos 27 pontos ao ser derrotado pelo próprio Santos.

"Não vamos temer nenhum confronto. No momento mais importante do campeonato, não se pode ficar com medo de jogar contra A, B ou C, dentro ou fora de casa. Estes confrontos fazem parte da competição e coragem esta equipe tem", afirmou, otimista, o técnico Paulo Bonamigo.

O lateral-esquerdo Athirson, um dos destaques da equipe, enalteceu a boa campanha e disse que a Portuguesa vai chegar à disputa pelo título. "Quem não acreditava que a gente fosse chegar agora está vendo que aos poucos estamos chegando, devagar, mansinho, com todo mundo se ajudando. Obrigados ou não, vão ter que falar da Portuguesa", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.