Portuguesa não quer saber de crise

O técnico Giba já decretou no Canindé: a Portuguesa tem a obrigação de vencer o Ceará, nesta sexta-feira, no Canindé, em partida válida pela 16.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Sem vitórias há três rodadas, ou exatos 27 dias, o técnico acha que uma nova derrota, ou até um empate, em casa, seria o início de uma situação que o time ainda não viveu nesta Série B, uma crise."Chegou a hora de voltar a vencer e nada melhor do que uma partida em casa para isto. A torcida tem nos ajudado, apoiado e merece mais do que ninguém um bom espetáculo", afirmou, lembrando que o último jogo em casa o time foi apático e acabou perdendo par a o Vila Nova, por 1 a 0.A campanha em São Paulo, por sinal, é o maior trunfo que o time tem para acreditar na vitória. Mesmo tendo perdido para os goianos no último compromisso, o aproveitamento é de 66,6%, ou cinco vitórias, um empate e duas derrotas. "No início da competição, tínhamos mais sucesso em casa. A derrota é natural, mas temos que nos impor", completou Giba. Apesar do jejum de vitórias, a Portuguesa ocupa a quinta posição, com 24 pontos.Para mudar o entusiasmo de seu elenco, Giba começou mudando seu estilo e anunciou o time que entra em campo com antecedência, mesmo com os desfalques de Leonardo, Rodrigo Pontes e Gléguer. O time está confirmado com: Fava; Wilton Goiano, Dú Lopes, Sílvio Criciúma e Deivid; Almir, Alexandre, Rai e Cléber; Oliveira e Leandro Amaral. No coletivo, desta quarta-feira à tarde, os titulares bateram os reservas por 2 a 0, gols da dupla de ataque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.