Portuguesa perde do Oeste e cai à Série C do Brasileiro

Portuguesa perde do Oeste e cai à Série C do Brasileiro

Equipe soma apenas 21 pontos em 33 jogos na Série B e, mesmo restando cinco rodadas para o fim da competição, está rebaixada

Estadão Conteúdo

28 de outubro de 2014 | 21h42

Menos de um ano depois de ser rebaixada pelo STJD para a Série B do Campeonato Brasileiro, a Portuguesa caiu em campo para a Série C. A derrota por 3 a 0 para o Oeste, nesta terça-feira, no estádio dos Amaros, em Itápolis (SP), decretou a queda da equipe, que somou apenas 21 pontos em 33 jogos e, mesmo ainda restando cinco rodadas para o fim da competição, não tem mais chances de sair da zona do rebaixamento.

O jogo desta terça foi o retrato da péssima fase da Portuguesa. Apática, a equipe foi presa fácil para o adversário. Preocupada apenas em se defender, a equipe paulistana não resistiu à pressão do Oeste e Dênis abriu o placar aos 33 minutos ao converter pênalti sofrido por Cristiano, após falta infantil de Brinner dentro da área.

No segundo tempo, a Portuguesa continuou jogando muito mal. A equipe não conseguia trocar mais do que três passes seguidos e, assim, não se aproximava da área do Oeste. Logo aos 11 minutos, veio o segundo gol. Após cobrança de falta pela direita, Cristiano ajeitou de cabeça para Reis empurrar para a rede. Os jogadores sentiram o golpe e amoleceram a marcação. Aos 21, Cristiano tomou bola de Léo Costa, driblou Mateus Alonso com extrema facilidade e bateu no canto direito de Rafael Santos para decretar o 3 a 0.

Restará à Portuguesa cumprir tabela na sua vergonhosa passagem pela Série B contra Luverdense, ABC, Avaí, Ceará e Vila Nova. A derrocada da equipe, no entanto, começou no dia 27 de dezembro do ano passado, quando o Pleno do STJD negou recurso apresentado pelo clube e manteve punição imposta em primeira instância de perda de quatro pontos por causa da escalação irregular de Héverton no empate por 0 a 0 com o Grêmio, na última rodada do Brasileirão. A punição empurrou a equipe para a zona de rebaixamento e salvou o Fluminense da degola.

CRISE FINANCEIRA
Mesmo depois de uma batalha jurídica de torcedores na tentativa de recolocar a Portuguesa na Série A, o rebaixamento foi confirmado pela CBF e as finanças do clube entraram em declínio, sobretudo devido à queda na arrecadação dos valores recebidos com direitos de transmissão de TV, que passaram de R$ 21 milhões em 2013 para cerca de R$ 2,5 milhões. Para piorar, boa parte das receitas previstas para este ano já havia sido adiantada pela gestão anterior.

A Portuguesa conseguiu escapar do rebaixamento no Campeonato Paulista, mas sem dinheiro para montar um time competitivo para disputar a Série B do Brasileiro, colecionou uma série de vexames, a começar pela estreia. Diante do Joinville, em Santa Catarina, os atletas deixaram o campo aos 17 minutos do primeiro tempo depois de o presidente Ilídio Lico ter apresentado uma liminar que garantiria o clube na Série A. O time perdeu por W.O. (vitória por 3 a 0 do Joinville) e Lico foi punido com 240 dias de suspensão.

FICHA TÉCNICA

OESTE 3 x 0 PORTUGUESA

OESTE - Anderson; Ezequiel (Clayton), Halisson, Daniel Gigante e Dênis; Dionísio, João Denoni, Cristiano (Pablo) e Jefferson Paulista; Reis (Waguininho) e Lelê. Técnico: Roberto Cavalo.

PORTUGUESA - Rafael Santos; Bruno Ferreira, Mateus, Brinner e Diego Augusto; Renan, Bruno Piñatares, Léo Costa (Júnior Alves) e Gabriel Xavier; Jânio (Moraes) e Felipe Nunes (Matheus Santos). Técnico: José Augusto.

GOLS - Dênis (pênalti), aos 33 minutos do primeiro tempo; Reis, aos 11, e Cristiano, aos 22 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Reis (Oeste); Diego Augusto (Portuguesa).

ÁRBITRO - Flávio Rodrigues Guerra (SP).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio dos Amaros, em Itápolis (SP).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSérie BOestePortuguesa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.