Portuguesa precisa vencer o Marília em casa para seguir viva

Após empatar com o Guaratinguetá, time do Canindé espera conquistar primeira vitória em casa na temporada

Agência Estado,

15 de março de 2008 | 16h49

Para seguir sonhando com as semifinais, a Portuguesa encara o desesperado Marília neste domingo, às 18h10, no estádio do Canindé, em São Paulo, pela 15.ª rodada do Campeonato Paulista. A Lusa vem de um empate, por 1 a 1, com o Guaratinguetá, que a deixou em situação difícil, com 21 pontos. Já o time do interior perdeu para o São Caetano, por 1 a 0, entrando na zona de rebaixamento, com apena PortuguesaAndré Luiz; Patrício, Bruno Rodrigo, Marco Aurélio e Bruno Recife; Erick, Dias, Carlos Alberto e Preto; Rogério e ChristianTécnico: Vágner BenazziMaríliaMauro; Gum, Fernando e Carlinhos; Serginho, Rafael Fefo, João Marcos, Camilo e Romeu; Amílton e Thiago RodriguesTécnico: Ruy ScarpinoÁrbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de SouzaEstádio: Canindé, em São Paulo Horário: 18h10s 13 pontos. Veja também: Classificação Resultados e jogos da rodada Na Portuguesa, o técnico Vágner Benazzi terá força máxima. E é com todos os jogadores, além do fator campo, que o treinador pretende levar a Lusa ao G-4. "Enquanto tivermos chances vamos lutar. A matemática nos dá a oportunidade de sonhar. Sem falar que o Canindé dá uma força maior ao nosso grupo". No Marília, o experiente goleiro Mauro está de volta à equipe titular após ficar de fora das últimas rodadas. Giovanni volta para o banco. O volante Rafael Fefo volta no lugar do suspenso Alan. "Temos alguns desfalques, mas nosso grupo é bom. E mesmo jogando com a Portuguesa vamos brigar pela vitória", prometeu o técnico Ruy Scarpino.

Tudo o que sabemos sobre:
PortuguesaMarília ACPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.