Portuguesa quer Johnson no Paulistão

Mesmo considerando legítimo o sonho do atacante Johnson de disputar a Copa do Mundo da Alemanha, a diretoria da Portuguesa vai comunicar a Federação Angolana de Futebol de que não liberará o atleta para treinos intensivos até meados de fevereiro. O clube quer o jogador no Canindé no início de janeiro para treinar visando o Campeonato Paulista e, depois disso, só aceita a liberação para jogos oficializados pela Fifa. ?É a medida mais lógica. Não queremos prejudicar a carreira do jogador, mas não podemos atrapalhar o trabalho do nosso time?, explicou o diretor de futebol, Fernando Gomes. Ele citou ainda que seria ?irracional? a volta do angolano no final de fevereiro porque ele se ausentaria de, pelo menos, 11 jogos do Paulistão/2006, que terá 19 rodadas e será disputado em turno único. Johnson, de 26 anos, tem contrato, justamente, até o final da competição, na primeira quinzena de abril. Ele foi um dos destaques do time na segunda metade do Campeonato Brasileiro da Série B. Após a renovação de contrato do técnico Giba, na última segunda-feira, a diretoria da Portuguesa vai priorizar o acerto com alguns jogadores para definir o elenco para a temporada de 2006. A Lusa estréia no dia 11 de janeiro, em casa, contra o Bragantino, que está de volta à Série A-1.

Agencia Estado,

06 de dezembro de 2005 | 18h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.