Portuguesa: Ricardo Oliveira sondado

Uma proposta de US$ 6,9 milhões do Olympiakos, da Grécia, para contar com os gols do atacante Ricardo Oliveira, da Portuguesa, tumultuou o Canindé. E mostrou falta de sintonia entre o presidente do clube, Joaquim Alves Heleno, e o empresário do jogador, Hamilton Bernard. Não falam a mesma língua. Na proposta citada, o clube levaria US$ 6 milhões e o atleta US$ 900 mil. E até salário já havia sido definido, US$ 45 mil mensais.Segundo Heleno, a Lusa só não negociou o jogador porque ele não aceita jogar no futebol grego. Bernard confirmou os números, mas contestou a informação. ?Não existiu proposta oficial.? Segundo ele, o agente Fifa Jorge Moyel mandou carta anunciando o interesse do Olympiakos e os valores citados. ?Respondemos afirmativamente, mas o cara (Moyel) sumiu?, disse Bernard. ?Apareceu duas semanas depois dizendo que o Olympiakos havia desistido do negócio e que o Lille estava interessado.?

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.