Divulgação/Portuguesa-RJ
Divulgação/Portuguesa-RJ

Portuguesa-RJ rebate acusações de Autuori e diz se sentir desrespeitada pelo técnico

Após treinador do Botafogo questionar a instalação de refletores em meio à pandemia, clube alega que reforma já havia sido iniciada

Redação, O Estado de S.Paulo

30 de junho de 2020 | 13h00

A Portuguesa-RJ emitiu uma nota oficial nesta terça-feira em resposta às críticas emitidas por Paulo Autuori, técnico do Botafogo, durante o programa Bem, Amigos, do canal SporTV. O treinador da equipe alvinegra disse, na ocasião, estranhar a instalação de refletores no estádio da Portuguesa-RJ, ao mesmo tempo em que o clube alega precisar de dinheiro. Essa, segundo Autuori, foi uma das justificativas para a equipe ser favorável a volta do futebol carioca.

Segundo a Portuguesa-RJ, a instalação de refletores foi arcada com recursos próprios e iniciada em meados de 2019, o que desvincularia a operação da atual situação financeira. "Afirmamos que colocamos com recursos próprios. Dizemos isso com muito orgulho, afinal faz parte do processo de crescimento da Portuguesa-RJ, que está na elite do futebol carioca há cinco anos, e disputa constantemente campeonatos nacionais, como o próprio Brasileirão Série D", disse a equipe, em comunicado.

O clube lamentou os questionamentos de Autuori e afirmou se sentir desrespeitado com tais acusações. Para a Portuguesa-RJ, as declarações do treinador do Botafogo mostram uma visão errônea em relação as equipes de menor porte financeiro do Rio de Janeiro. 

"É triste ouvir este tipo de declaração, porque mostra que às pessoas possuem uma visão errada de clubes de médio investimento do Estado do Rio de Janeiro. A Portuguesa-RJ trabalha dia e noite para crescer mais e mais", disse o clube. Junto com o posicionamento nas redes sociais, a Portuguesa fez questão de publicar fotos do estádio com os refletores ligados.  

No programa de TV, Autuori ironizou a volta do Estadual. "Um dos argumentos de que o futebol carioca deveria voltar rápido é porque os clubes pequenos precisavam dos valores dos direitos televisivos e tal. Precisa do dinheiro. Mas vamos jogar no estádio da Portuguesa. Não tinha refletores e colocaram. Ao que me parece, refletores não têm um custo barato para equipes que precisam desse dinheiro. Há uma série de perguntas que parecem não ter resposta", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.