Portuguesa supera campo ruim e vence São Caetano

Ramón marca o gol da vitória aos 38 minutos do segundo tempo e dá segunda vitória à Lusa no Paulistão

23 de janeiro de 2008 | 19h45

Prejudicados pelo mau estado do gramado do Estádio Jayme Cinta, em Jundiaí, castigado pelas chuvas, Portuguesa e São Caetano faziam uma partida monótona até os 38 minutos do segundo tempo, quando Ramón soltou a bomba e fez o único gol da partida, dando a vitória para a Lusa, na tarde desta quarta-feira, pela abertura da terceira rodada do Campeonato Paulista. Veja também: Classificação Calendário e resultados A vitória suada fez o time rubro-verde chegar aos seis pontos e se recuperar da derrota para o Ituano no último sábado, por 1 a 0, em Itu. Já o São Caetano, que vinha de expressiva vitória sobre o Corinthians, por 3 a 1, manteve-se com quatro pontos, e deve despencar na tabela. Atrapalhadas pelo gramado, as equipes começaram devagar em campo, apostando nas bolas aéreas. Sem o resultado esperado, o toque de bola foi a solução. Com a bola rolando, o São Caetano chegou com perigo aos 31, em finalização de Douglas, defendida por André Luiz. No minuto seguinte, Christian quase colocou a Portuguesa na frente, em cabeçada que tirou tinta da trave esquerda da Luiz. Portuguesa1André Luiz; Patrício (Zé Maria), Bruno   , Marco Aurélio e Osmar; Erick, Dias (Leandro Carrijo), Carlos Alberto e Preto   ; Marcelo de Faria    (Ramón) e ChristianTécnico: Vágner BenazziSão Caetano0Luiz; Wilton Goiano   , Galiardo   , Edson Borges e Andrezinho; Tobi   , Glaydson (Canindé), Hernani e Douglas   ; Rafinha (Leandrinho) e Fábio Luís (Luan)Técnico: Amauri KnevitzGols: Ramón, aos 38 minutos do 2.º tempoÁrbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do AmaralEstádio: Jayme Cintra, em JundiaíLogo no primeiro lance da etapa final, Osmar soltou a bomba e quase abriu o placar para a Portuguesa. No entanto, quando parecia que a partida ir engrenar, murchou novamente. Os times voltaram a errar passes e nem as alterações dos técnicos pareciam dar jeito no empate. Só que, aos 38 minutos, Ramón (que havia entrado no segundo tempo, na vaga de Marcelo de Faria) fez tabela com Christian, recebeu de volta e soltou a bomba, de bico, que foi parar no ângulo direito de Luiz. Pela quarta rodada do Paulistão, a Portuguesa encara o Rio Claro, no domingo, em Rio Claro. Enquanto isso, o São Caetano tenta a recuperação contra a Ponte Preta, em Campinas, na tarde de sábado.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.